OPINIÃO | A imprensa de São Carlos merece ser tratada com respeito

Numa entrevista muito polêmica na manhã desta sexta-feira, 10, no programa Fala, São Carlos que é apresentado pelos amigos Leandro Guerreiro e Antonio Carlos Tucura, o prefeito Airton Garcia (PSB) disse que existiriam radialistas recebendo para defender a Santa Casa. O tema é espinhoso e precisa da devida atenção. Primeiro, se Airton disse isso, deveria ter dado nome aos bois, segundo: quando não se fala quem é, toda uma classe, inclusive todos os jornalistas acabam atacados por frase com tamanha gravidade.

Em tempos modernos, a imprensa não pode e não deve viver sob o cabresto de ninguém, sendo assim, o prefeito teria, em nossa modesta opinião, de ter adotado um determinado tato para proferir essas palavras, afinal de contas, os profissionais de imprensa em sua maioria são sérios e fazem um trabalho fundamental que é levar a informação para a sociedade. Sendo assim, como em todas as categorias profissionais, devem existir também aqueles que não são sérios, assim como vemos exemplos diários de políticos com reputação duvidosa, e para se comprovar nossa tese basta olhar para a situação do país.

O fato é que a imprensa pede e precisa de respeito e é obrigação de quem está no poder oferecer respeito. A crítica correta, justa e democrática é a luz que a imprensa pode lançar sobre determinado tema que pode morar nas sombras. Sendo assim, o gestor tem sempre que ficar atento e saber diferenciar a boa crítica daquela que é maldosa e feita com o fígado.

Aqui invocamos novamente o exemplo do ex-prefeito Paulo Altomani. Em sua primeira entrevista sobre o cancelamento da obra de duplicação do viaduto da Praça Itália este repórter que escreve o texto perguntou ao então prefeito o que seria feito para aplacar o trânsito conturbado do local em horários de pico, já que a obra que visava justamente isso havia sido cancelada.

O então prefeito se destemperou e deu uma resposta mal educada. Aquilo foi início da sua relação medíocre com a maioria da imprensa da cidade, afinal de contas Altomani nunca tratou muito bem os jornalistas e recebeu a paga da mesma forma.

Airton é um político muito conhecido, todos sabem desse seu jeito simples e fundamental para falar com o povo, porém as pessoas não devem esquecer que por trás desse homem que parece ser uma figura comum está um empresário de sucesso que construiu carreira ao longo dos anos como um homem de negócios importante, o que mostra que seu intelecto é muito aguçado.

Sendo assim, fica aqui o pedido deste jornalista ao prefeito: que possamos manter uma cordata e profícua relação com os órgãos de imprensa, assim como a regra deve se repetir para os profissionais. Só assim, faremos uma cidade melhor, mais cidadã e mais desenvolvida.

RENATO CHIMIRRI – jornalista, sociólogo formado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) com passagens por jornais como A Tribuna, Primeira Página, A Notícia, Diário Regional (todos de São Carlos), Tribuna Impressa (Araraquara), Diário Lance!, Ex Libris Comunicação, Rádio Clube e Rádio São Carlos. Atualmente é diretor e editor do portal de notícias São Carlos em Rede.

Deixe uma resposta