POLÍTICA | Nova diretoria da APM toma posse no Palácio dos Bandeirantes

 

Representando a Câmara Municipal, o vereador Elias Chediek (PMDB) esteve presente na posse da nova diretoria da Associação Paulista de Municípios (APM), realizada na tarde da última terça-feira (14), no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado de São Paulo.

Entre os novos membros da associação, está o ex-prefeito de Araraquara, Marcelo Barbieri, que assume o posto de 1º vice-presidente da entidade.

Segundo o novo presidente da APM, que foi vereador e prefeito em Campinas, Carlos Alberto Cruz Filho, “o político municipal é político 24 horas por dia. Tenho o senso dessa responsabilidade que é assumir a presidência da Associação Paulista de Municípios. Esse ato de hoje, na Casa do Estado de São Paulo, é muito importante. A APM representa os interesses coletivos dos municípios e nosso objetivo é, antes de apontarmos erros, transmitir a mensagem de que não errando você consegue fazer o certo. Não precisamos fugir dos problemas, temos que enfrentá-los com coragem, de forma democrática e republicana. Vamos firmar diversos convênios para darmos condições aos municípios”.

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), Fernando Capez (PSDB), afirmou que Cruz “possui uma forte bagagem jurídica e grande experiência política e administrativa. Nos últimos anos, a Alesp tem sido a casa de diversos encontros com os prefeitos de todos os municípios”.

Já o presidente em exercício da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Hugo Lembeck, agradeceu a “abertura dessa Casa para a APM. O nome da chapa demonstra exatamente o nosso objetivo: unidade e harmonia. Temos a obrigação de realizar o que a população precisa”.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) entende que Cruz é o nome certo para a entidade. “Ele fez parte da minha chapa, foi tesoureiro, secretário-geral e vice-presidente da APM, além de vereador, vice-prefeito, prefeito e secretário de Estado. Está mais do que preparado e vai fazer um grande trabalho na APM aqui em São Paulo. Ele pode contar conosco. Estamos preparando um grande projeto com relação ao ICMS e para a resolução das dívidas ativas dos municípios. Fortalecer o município é fortalecer o povo”, afirmou.

Chediek destacou “a importância de termos um representante de Araraquara, com a experiência do Marcelo Barbieri, nessa associação que luta por uma maior autonomia e pela valorização dos municípios. Nossa cidade estará muito bem representada por alguém que tem conhecimento e capacidade para tocar um projeto dessa envergadura”.

Também estavam na solenidade os ex-vereadores Aluisio Braz, o Boi, João Farias e Rodrigo Buchechinha, o deputado estadual Roberto Massafera (PSDB), o conselheiro e ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE/SP), Dimas Eduardo Ramalho, o novo presidente do TCE/SP, Sidney Estanislau Beraldo, o secretário-chefe da Casa Civil do Estado de São Paulo, Samuel Moreira, e o presidente do conselho deliberativo da APM, Aquevirque Antonio Nholla.

Sobre a APM

Fundada na década de 1940, oriunda do movimento Bandeira dos Prefeitos, representa 645 municípios do Estado de São Paulo e é uma entidade suprapartidária de assessoramento de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores na defesa dos interesses coletivos dos municípios paulistas junto aos poderes Executivo e Legislativo da União e do Estado, buscando a emancipação política e financeira das cidades.

Nova diretoria da APM

Presidente: Carlos Alberto Cruz Filho

1º Vice-presidente: Marcelo Fortes Barbieri

2º Vice-presidente: Eugênio José Zuliani

3º Vice-presidente: Silas Bortolosso

4º Vice-presidente: Marilene Mariottoni

Secretário-geral: Antonio Cesar Gontijo de Abreu

1º Secretário: Sebastião Misiara

2º Secretário: Dixon Ronan Carvalho

3º Secretário: Daniela de Cássia Santos

Tesoureiro-geral: João Emilio Buzzo

1º Tesoureiro: Modesto Salviatto Filho

2º Tesoureiro: Marco Antônio Pereira da Rocha

3º Tesoureiro: Paulo Sergio Alves

Conselho fiscal: José Luiz Rodrigues, José Benedito de Oliveira e Sigefredo Griso

Comissão de sindicância: Marco Antonio Citadini, Oscar Gozzi e Thiago de Moraes Ferrari

Conselho consultivo: Itamar Borges (presidente), Walter Caveanha (vice-presidente) e Marco Ernane Hyssa Luiz (secretário)

Conselho deliberativo: Aquevirque Antonio Nholla (presidente), Frederico Guidoni Scaranello (vice-presidente) e Luiz Souto Madureira (secretário)

Deixe uma resposta