EDUCAÇÃO | Prefeitura assina contrato para construção de escola no Parque Novo Mundo

Em breve, as crianças do Parque Novo Mundo poderão estudar no próprio bairro. Uma nova escola de educação infantil começa a ser construída lá. O recurso já está empenhado no valor de R$ 1.386.575,14. Na manhã do último sábado (18), o prefeito Airton Garcia, os secretários de Educação, Nino Mengatti, de Obras Públicas, Reginaldo Peronti e o sócio proprietário da Construtora, Pedro Lupo Curi, assinaram o contrato de serviço e lançaram a pedra fundamental do Centro de Educação Infantil (CEMEI) “Profa. Regina Ap. Lima Melchíades”.

Também participaram da solenidade o vice-prefeito, Giuliano Cardinali, secretários de várias pastas, os vereadores Marquinho Amaral, Edson Ferreira, Rodson Magno do Carmo, Dr. Eurípedes Salles, ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, além de familiares da professora homenageada e equipes da saúde.

O CEMEI será construído na rua Vera Lúcia Maiello Cesar, com recursos liberados pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), do Governo do Estado. Depois de pronta, a unidade terá capacidade para atender 130 crianças por período, na faixa etária de 4 meses a 6 anos. “Eu vou cumprir minha promessa de zerar o déficit de vagas em São Carlos. Hoje, assinamos o contrato da nova escola e as obras vão começar. Estive em São Paulo e Brasília e consegui recursos para a construção de mais três escolas na cidade”, afirmou o prefeito Airton Garcia.

O secretário de Educação, Nino Mengatti, disse que a prioridade da administração é acabar com a falta de vagas e isso será feito. “Estamos buscando novos recursos. É um trabalho incessante. Só com a reorganização da rede foi possível diminuir o déficit de vagas. Havia salas ociosas e espaços que podiam ser melhor aproveitados. Não temos que construir prédios para abrir vagas, precisamos organizar a rede. Com pouco investimento, vamos acabar com o déficit de vagas”.

O vereador Marquinho Amaral, representando o presidente da Câmara Municipal, foi quem deu o nome a Escola, por meio de um projeto de lei de 2014. “Eu pude conhecer de perto a competência da professora Regina Melchíades. A seriedade que ela sempre tratou a educação. Regina foi uma professora dinâmica que transformou a Escola Maria Lúcia Marrara, no Santa Felícia, numa referência e sem dúvida nenhuma foi uma lutadora por melhorias constantes na educação”.

A obra será acompanhada pela Secretaria de Obras Públicas. De acordo com o secretário, Reginaldo Peronti, ainda essa semana deve começar a terraplenagem. “A Secretaria vai acompanhar a obra que começa ainda essa semana. Cabe a nossa Secretaria fazer uma fiscalização rígida. Isso porque a qualidade da construção é de fundamental importância. Uma obra bem construída é uma obra que não dá manutenção futura e traz economia para os cofres públicos”.

Deixe uma resposta