DESTAKE | Airton Garcia é homenageado pelo Rotary Club de São Carlos

O prefeito Airton Garcia e o diretor da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), Antonio Carlos Matos, foram homenageados na noite da última segunda-feira (20), pela diretoria do Rotary Club de São Carlos.

Antonio Carlos Matos foi homenageado pelos relevantes serviços prestados a APAE por mais de 44 anos.  A APAE São Carlos atende pessoas com deficiência intelectual. Hoje, são 564 alunos. A entidade tem convênio com várias instituições e também recebe doações. Atualmente conta com uma infraestrutura para fazer atendimento e diagnóstico, atendimento educacional, semi-internato, inclusão no mercado de trabalho e na escola regular.

 Já o prefeito Airton Garcia recebeu a homenagem por doar o seu salário para a instituição no valor de aproximadamente R$ 16 mil mensais.

“Durante a campanha, Airton Garcia prometeu que ia doar 100% do seu salário de prefeito para a APAE. “Eu prometi que ia doar meu salário e logo que recebi o primeiro oficializei a doação”, disse o prefeito entregando para a diretoria da APAE uma autorização para que os seus subsídios sejam transferidos automaticamente da sua conta no Banco do Brasil para a conta da entidade.

“Eu conheço o trabalho realizado pela entidade. Tenho um carinho especial pela APAE. Sei que o recurso será usado em prol dos deficientes”, finaliza o prefeito.

O vice-presidente do Rotary, Edmar Matos, explicou a relação da APAE com o Rotary. “Em 26 de maio de 1962, um grupo de pessoas se reuniu com o objetivo de criar uma escola onde crianças excepcionais pudessem ser atendidas e receber amparo segundo o seu grau de limitação. E assim, nesta data, foi fundada a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de São Carlos – APAE. Em 1962, o mesmo grupo de pessoas realizou uma assembleia para a aprovação do estatuto e para a eleição e posse da primeira diretoria da APAE de São Carlos. Em 1965, Pedro Fialdini doou um terreno de propriedade do Frigorífico Pinhal ao Rotary Club São Carlos, para a construção da escola que deveria abrigar as crianças excepcionais do município. Nesse período, o Rotary Club São Carlos iniciou a construção do prédio, sendo o mesmo concluído em 8 de março de 1970 na avenida Professor Luiz Augusto de Oliveira, que mais tarde recebeu o nome de Escola Rotary para Crianças Excepcionais Dr. Angelo Passeri”.

Os trabalhos foram conduzidos pelo presidente do Rotary Club de São Carlos, Zeca Pellegrino, pelo vice Edmar Matos e pela vereadora Laíde Simões. Gerson Edson Toledo Piza (Juquita) e Antônio Walter Frujuelle, ambos comunicadores e membros do Rotary, fizeram a entrega do “Mérito Rotário” aos homenageados.

Deixe uma resposta