SAÚDE | Vereadores checam atendimento em visita à Maternidade da Santa Casa

O presidente da Câmara, Julio Cesar Pereira de Souza (Democratas), acompanhado do presidente da Comissão Permanente de Saúde e Promoção Social do Legislativo, Lucão Fernandes (PMDB) e dos vereadores, Cidinha do Oncológico (SD) – secretária da referida comissão –, Roselei Françoso (Rede) e Moisés Lazarine (DEM) visitaram a Maternidade da Santa Casa (Dona Francisca Cintra Silva), na manhã desta quarta-feira (22). O objetivo da visita foi checar o atendimento ao público que é feito pelo hospital e avaliar de que maneira o Poder Público pode auxiliar na melhora daquela instituição.

Os parlamentares foram recebidos pela diretora da maternidade, a médica ginecologista e obstetra, Jaqueline Marques Jorge, pelo gerente hospitalar da Santa Casa, Eduardo Pramparo, pela médica obstetra, Elvira Zanette e pela enfermeira e coordenadora da maternidade, Vânia Barbosa.

Segundo Lucão,  que é ex-presidente da Câmara, é fundamental que o Legislativo busque mecanismos para auxiliar o hospital, dialogando com a Prefeitura para que haja melhora no serviço prestado, além de fiscalizar quando ocorrem irregularidades. “Viemos visitar a estrutura do hospital e conhecer melhor o atendimento que é dado às gestantes. Também queremos colaborar para que esse hospital ofereça um excelente serviço à população da nossa cidade”, opinou Lucão.

Os vereadores circularam por toda a maternidade, verificando o atendimento desde a chegada da gestante até a sala de parto e a condição dos leitos disponíveis.

Os presentes apontaram a necessidade de que seja formada uma comissão especial na cidade para auxiliar no atendimento oferecido na maternidade e que envolva diversos órgãos, com representantes da Santa Casa, Câmara, Prefeitura, Defensoria Pública, Ministério Público, entre outros.

Para Lucão, a cidade necessita de um centro ambulatorial do município que concentre o acolhimento às gestantes desde o pré-natal até momentos antes do parto, desafogando assim a maternidade.

“Muitas vezes as gestantes buscam o atendimento da maternidade durante a gestação, mas este serviço poderia ser oferecido por um ambulatório da Prefeitura, que teria a função de examinar a paciente, fazendo a solicitação ou encaminhando para exames, auxiliando no pré-natal sem que ela necessite ir até o hospital, desafogando a instituição”, disse. Lucão completou ainda que este centro municipal poderia, inclusive, conscientizar as mães sobre a importância do parto natural e do aleitamento materno.

INVESTIGAÇÃO 

Durante a visita os vereadores também questionaram a instituição sobre a morte de pacientes e possíveis irregularidades dentro da maternidade nos últimos três meses. Os casos estão sendo investigados por meio de uma sindicância interna.

Na última semana, o presidente da Comissão de Saúde, solicitou cópia integral do relatório final da referida sindicância. Lucão reforçou ser dever da Comissão de Saúde “acompanhar, fiscalizar e manifestar-se sobre tudo que se refere a estrutura e procedimentos do Sistema Único de Saúde e Seguridade Social dentro da nossa cidade”.

Deixe um comentário