OPINIÃO | Dr. Fabio Baccarin: um exemplo como médico e ser humano

Conheci o dr. Fabio Baccarin ainda quando trabalhava no Jornal Primeira Página. Participava de um evento que não me recordo sobre o que era e ele estava presente. Um amigo que tínhamos em comum nos apresentou. Naquele dia conversamos longamente sobre saúde, atendimento médico e acima de tudo falamos de humanismo e boas práticas de convivência.

Somente naquela conversa foi possível observar que aquele senhor, um respeitado profissional médico, era um homem diferente. Antenado, ligado no sofrimento do povo, ele disse a mim que era preciso atender bem a população, sem distinção e oferecer uma medicina de qualidade para que qualquer pessoa.

De fato, dr. Fabio foi isso em vida: um homem que sempre preocupou com o próximo, um médico carinhoso com os seus pacientes. Tanto que nas redes sociais são milhares de manifestações de pessoas emocionadas e entristecidas com a notícia do seu passamento. As pessoas, de maneira unanime, dizem que dr. Fabio atendia bem e com carinho a cada pessoa que procura seus serviços médicos.

A vizinha cidade de Ibaté está de luto porque perdeu um profissional do mais alto gabarito, um homem de família que acreditava no potencial do ser humano e que o valorizava sobremaneira a cada consulta que tinha pela frente. Percebemos que dr. Fabio era uma pessoa querida não apenas agora, depois de sua morte, mas sim bem antes, pois são infindáveis histórias de pessoas que foram atendidas por ele e que ganharam dignidade, amor, respeito e também o tratamento que buscavam para a sua enfermidade.

Certamente, o homem Fabio Baccarin engradeceu essa profissão tão nobre que é ser médico. Um verdadeiro sacerdócio, pois cuida do corpo e também da alma. Ser médico não é apenas tratar da enfermidade, mas é também ouvir, aconselhar, mostrar seu ponto de vista e dar um alento para quem está tão fragilizado num momento de doença e isso esse grande doutor fazia com a maestria de poucos.

Atualmente quando vemos a busca insana em todas as profissões apenas pelo dinheiro, podemos dizer que dr. Fabio Baccarin era um exemplo de gente que amou o ser humano e se dedicou por sua causa. Não tem prêmio maior do que poder dizer que conheci, dentre muitas pessoas da sociedade da região, um homem dessa envergadura. O meu orgulho é o orgulho de milhares de pessoas que lhe rendem homenagens.

O legado de dr. Fabio Baccarin é acima de tudo o da ética, do humanismo e do amor próximo justamente numa profissão onde isso sempre foi fundamental.

Vá em paz, dr. Fabio! O senhor cumpriu sua missão com maestria!

RENATO CHIMIRRI – jornalista, sociólogo formado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) com passagens por jornais como A Tribuna, Primeira Página, A Notícia, Diário Regional (todos de São Carlos), Tribuna Impressa (Araraquara), Diário Lance!, Ex Libris Comunicação, Rádio Clube e Rádio São Carlos. Atualmente é diretor e editor do portal de notícias São Carlos em Rede.

Deixe uma resposta