POLÍTICA | Para Lobbe, reforma da Previdência necessita de mudanças para ser aprovada

Parlamentar ressaltou que não é favorável ao texto original e espera projeto final da Comissão Especial

O deputado federal Lobbe Neto (PSDB-SP) falou sobre o projeto da Reforma da Previdência que tramita na Câmara dos Deputados, em Brasília.

De acordo com o parlamentar, o texto ainda não está definido e vem sendo discutido, amplamente, por uma Comissão Especial da Reforma da Previdência, na Câmara Federal.

Lobbe ressaltou que após analisar o texto original da reforma, enviado pelo governo, decidiu por não votar a favor da PEC. “Da forma que está eu não sou favorável”, afirmou.

O parlamentar ressaltou, porém, que a reforma segue em análise. “Para se ter ideia, essa reforma recebeu 130 emendas válidas que serão analisadas por essa Comissão Especial”, explicou.

“Vamos esperar o texto final para dizer se seremos favoráveis ou contrários a esta reforma. Minha posição é firme, a população e os trabalhadores me conhecem. Sempre pautei por lisura, honestidade e por atuar em favor da classe trabalhadora. Não serei leviano dizendo que serei favorável ou contrário, sem saber como ficará o texto final. Reafirmo que minha posição será sempre em favor da classe trabalhadora”, afirmou.

Lobbe comentou que além da reforma da Previdência, o Congresso Nacional também está analisando as reformas: Trabalhista, Política e Tributária. “Estamos sim, sabendo do assunto e conversando muito com a nossa bancada e com os relatores dessas Comissões”, lembrou.

Um dado alarmante apontado pelo deputado é que existem no país aproximadamente 17.000 sindicatos, que somam uma arrecadação obrigatória em torno de R$ 16,97 bilhões, nos últimos cinco anos. “Isso tudo tem que ser estudado e os trabalhadores precisam ser ouvidos. Será que vale a pena ter uma cobrança obrigatória e já descontar dos trabalhadores essa contribuição? Esse é um assunto que também estamos discutindo na reforma Trabalhista”, comentou.

“São muitos assuntos ao mesmo tempo e todos têm certa ligação. O que nós precisamos é gerar emprego, renda e resgatar a credibilidade para recebermos investimentos em nosso país. O Brasil tem cerca de 13 milhões de desempregados atualmente”, contou o parlamentar.

Lobbe disse que está à disposição para discutir as reformas que seguem em tramitação na Câmara dos Deputados. “Na hora que quiserem. Tenho ouvido muito os trabalhadores em nossas andanças, no meu escritório em São Carlos e no meu gabinete em Brasília”, finalizou.

1 thought on “POLÍTICA | Para Lobbe, reforma da Previdência necessita de mudanças para ser aprovada

  1. Porque a reforma não pode mexer com o alto escalão? Porque essa reforma não pode ser igualitária? Política não é profissão mas os políticos brasileiros têm as aposentadorias mais altas. E ainda absurdo maior algumas são passadas integralmente para filhos e netos de militares e políticos. ….que uma reforma é necessário concordo mas porque ela não pode ser justa???????

Deixe uma resposta