AJUDE O ENZO | Garotinho Enzo Menzani pode ter encontrado doador de medula óssea

Rhozana Diniz Menzani, mãe do garotinho Enzo Menzani, divulgou na tarde desta quarta-feira, 12, em sua página pessoal no Facebook, alguns esclarecimentos sobre a situação atual do seu filho.

Ela contou que tem recebido muitos questionamentos e responder um a um, fica impossível. “Sempre que publico as coisas aqui, recebo muitas mensagens perguntando coisas que estão no post e não dá mais pra responder um a um”, contou.

Ela iniciou a nota agradecendo a todos que participaram do cadastramento que ocorreu no último dia 06. “Só foi possível coletar 250 amostras devido ao armazenamento e a viagem até Ribeirão Preto, mas, devido à enorme repercussão, vamos fazer outra campanha no próximo dia 27 de abril”, revelou.

Sobre o resultado do exame da campanha, Rhozana relatou que as 250 pessoas que fizeram o cadastro no Salão Roda Viva já têm um cadastro no REDOME (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea) que é internacional. “Então, essas pessoas só terão algum contato no caso, quando encontrarem alguém que seja compatível com pacientes que estão cadastradas no REREME (Registro de Receptores de Medula Óssea). Só que não tem como saber quando esse contato ocorrerá! Pode ser amanhã, daqui a 10 anos ou pode ser que nunca liguem. Vai depender do REDOME encontrar pessoas que são compatíveis entre si”, explicou.

A mãe disse também que a família recebeu, no começo desse mês, uma mensagem do REDOME solicitando que o Enzo faça uma nova coleta de confirmação de compatibilidade. “Nesse caso, quem faz essa coleta é quem tem um POSSÍVEL DOADOR, que é o caso do Enzo. Não sabemos quem é e muitos menos onde mora”, afirmou.

Ela lembrou que o filho ainda terá que passar por uma série de avaliações, que não sabe também quando será. “Peço que continuem suas orações para que tudo ocorra o mais rápido possível!”, pediu.

“No dia 27, teremos uma nova campanha e peço a vocês que se conscientizem de que não é só uma criança ou outra que está na espera de uma doação de medula óssea, são MUITAS crianças e MUITOS adultos”, pediu Rhozana

Ela finalizou lembrando que existem mais crianças que sofrem de adrenoleucodistrofia, leucemia, enfim, e que estão na espera de um doador compatível! “Vou apresentar essas crianças a vocês”, finalizou.

Diagnosticado com ADRENOLEUCODISTROFIA, Enzo Menzani, de seis anos, morador em Ibaté, precisa de um doador para transplante de medula óssea. Desde então, seus familiares iniciaram uma campanha nas redes sociais, em busca de um doador compatível.

Deixe uma resposta