SÃO CARLOS | Airton paga mais de R$ 56 milhões de dívidas herdadas de administração passada

 

Gastar menos e colocar as contas em dia são os desafios do prefeito Airton Garcia desde o primeiro dia de mandato. Em menos de três meses de administração, já que o relatório realizado pelo setor de contabilidade da Secretaria de Fazenda tem como base o dia 31 de março, a atual administração, dos R$ 96.030.825,21 deixados de dívida pelo governo passado, já conseguiu pagar R$ 56.361.132,15.

“Assumimos é a nossa primeira ação foi o pagamento do servidor, mesmo sem a administração anterior deixar todo dinheiro em caixa, pagamos os salários de dezembro no quarto dia útil de janeiro. Não é justo o funcionário trabalhar e não receber. A maioria tem família e não poderia sofrer com os desmandos ocorridos no passado, por administrações sem planejamento, sem gestão. Se não tivéssemos que pagar esses 56 milhões deixados, uma verdadeira sangria nos cofres da Prefeitura, já poderíamos ter recapeado 70% das vias que necessitam desse serviço. Outro dado que o balanço da Secretaria de Fazenda aponta é que esse ano, comparado com o mesmo período de ano anteriores, foi o ano que a Prefeitura menos gastou, por isso conseguimos pagar todas essas dívidas”, explica o prefeito Airton Garcia.

Também foram quitadas dívidas referentes aos encargos trabalhistas dos servidores públicos municipais, como INSS e FGTS. Desde janeiro de 2017 as contribuições estão sendo pagas no prazo. “A folha de pagamento da Prefeitura é composta por três valores: o salário pago aos funcionários, o depósito do fundo de garantia e o pagamento do INSS”, observa o prefeito.

Hoje a Prefeitura também paga em dia o parcelamento de aproximadamente R$ 50 milhões de INSS referente aos governos dos ex-prefeitos Newton Lima e Paulo Altomani.

A Prefeitura tem 4.230 servidores na ativa e 361 entre aposentados, pensionistas, temporários e membros do Conselho Tutelar.

Infraestrutura 

A herança deixada por administrações anteriores segue para outro patamar quando o assunto é infraestrutura. O prefeito Airton Garcia tem o desafio de finalizar obras, algumas iniciadas em 2011, e que ainda não foram finalizadas.

Somente na área da saúde são 5 obras que o atual governo vai finalizar, entre elas as Unidades de Saúde da Família (USF’s) do Santa Angelina, Cidade Aracy I, do Zavaglia e do CDHU, além do Centro Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD III), localizado no Jardim Botafogo.

Para o prefeito esses equipamentos públicos inacabados são símbolos de descaso com população. “Herdamos diversas obras abandonadas ou paradas por falta de pagamento. Entregaram o prédio da Unidade de Pronto Atendimento do Aracy (UPA), porém inacabado, faltando o elevador, o que já estamos licitando”, finaliza o prefeito Airton Garcia.

O serviço de tapa-buraco foi outro ponto critico encontrado pela atual gestão. Com mais de 60 mil buracos e malha viária sem manutenção, foi necessário usar investimentos de contrapartida, R$ 120 mil, para tapar emergencialmente 3 mil buracos. No momento a Prefeitura aguarda parecer do Tribunal de Contas para reabertura do pregão referente à contratação de empresa para a realização de serviços de tapa-buraco. Investimento orçado em R$ 1.568.000,00.

Deixe uma resposta