GREVE GERAL | Liderados por Erick Silva, grupo impede ônibus de sair da garagem da Suzantur

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos, Érick Silva, liderou na manhã desta sexta-feira, 28, o primeiro ato da greve geral na cidade.

Em vídeo publicado na página do Facebook da Suzantur, o presidente aparece impedindo que um ônibus deixasse a garagem da empresa. O motorista também foi xingado por trabalhadores que faziam a manifestação.

Os reflexos da atitude, liderada por Érick Silva, foram sentidos pela maioria da população que não aderiu à chamada “greve geral”, que ficou sem o transporte coletivo para chegar ao seu trabalho ou, até mesmo, chegarem às unidades de saúde, onde tinham consultas marcadas.

Somente por volta das 14h, quando o movimento já havia sido dispersado no Centro da cidade, foi que os ônibus da Suzantur voltaram à operar normalmente.

O assessor de imprensa da empresa, Jeferson Vieira, logo pela manhã, conversou com o jornalista Fábio Taconelli, no Jornal da Pop FM, e revelou que os empregados não aderiram à Greve Geral e que queriam trabalhar, porém, estavam sendo impedidos pelos sindicalistas e não conseguiram colocar o sistema de transporte em funcionamento.

O movimento

Milhares de pessoas partiram da Praça Itália na manhã desta sexta, 28, para uma caminhada pela avenida São Carlos com destino ao Mercado Municipal. A passeata fez parte dos protestos da Greve Geral que foi realizada em todo o Brasil contra as reformas trabalhista e previdenciária, que estão sendo propostas pelo governo de Michel Temer.

Em São Carlos, indústrias como a Tecumseh ficaram paradas parcialmente. A Faber-Castell também paralisou suas atividades, assim como a Volkswagen. A oficina da TAM também ficou parada, assim como parte do comércio da cidade. Na Prefeitura, a paralisação é mais significativa junto aos trabalhadores da educação. Cerca de 40 unidades foram fechadas no município.

Nota Oficial da Suzantur

A Suzantur informa que os ônibus voltaram a circular nesta sexta-feira (28), às 14h05. Às 15 horas 100% das linhas regulares já estavam em funcionamento. Desde às 3h30 desta sexta-feira as ações da CUT, Sindicatos, Movimento Transporte Justo e partidos políticos ligados à Central Única dos Trabalhadores, impediram a circulação dos ônibus, prejudicando a população que utiliza o transporte coletivo. Durante toda manhã o Departamento Jurídico da empresa tentou junto ao comando de greve a liberação dos veículos, inclusive os que fazem as linhas para os hospitais de São Carlos e o transporte Porta a Porta, mas não obteve êxito. Somente às 14h00 os manifestantes deixaram a frente da empresa, o que permitiu a circulação normal dos ônibus. A Suzantur informa ainda que está garantido o transporte para a Festa do Clima.

(com informações do São Carlos em Rede)

Deixe uma resposta