SEGURANÇA | Governador Alckmin dá posse a 1.040 policiais civis e técnico-científicos

Para a polícia judiciária serão 922 agentes; a perícia será reforçada com mais 118 policiais científicos

O governador Geraldo Alckmin deu posse, nesta quarta-feira (3/5), a 1.040 aprovados em concursos públicos para as polícias Civil e Técnico-Científica do Estado de São Paulo.

Para a Polícia Civil, foram empossados 922 novos agentes – 74 delegados, 321 investigadores e 527 escrivães. Já a Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) terá mais 118 agentes, sendo 57 médicos-legistas e 61 peritos.

“Os novos policiais terão quatro meses de treinamento e depois serão distribuídos de acordo com a necessidade. É um grande reforço de um time vocacionado para o importante trabalho de polícia investigativa e polícia científica, que faz a produção de provas técnicas, muito importante para a eficácia do trabalho do Judiciário”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.

Os futuros policiais iniciam agora um curso de formação de cerca de quatro meses na Academia de Polícia Civil Dr. Coriolano Nogueira Cobra (Acadepol). Além das aulas, os alunos passarão por um período de estágio probatório nas unidades policiais.

Durante o curso, os novos agentes terão aulas dos mais variados temas, como criminalística, criminologia, direitos humanos, inteligência, investigação e inquérito policial, medicina legal, entre outras, totalizando 21 disciplinas.

Após formados, os policiais serão designados para unidades das polícias Civil e Técnico-Científica de todo o Estado, de acordo com a classificação final do curso na Academia e da necessidade de cada região.

CONTRATAÇÕES

Desde 2011, o Governo do Estado investiu na contratação de 4.107 policiais civis, além dos empossados nesta quarta-feira. Foram mais 440 delegados, 1.260 investigadores, 1.215 escrivães, 537 agentes policiais, 400 agentes de telecomunicação, 149 papiloscopistas e 106 auxiliares de papiloscopista.

Deixe uma resposta