SÃO CARLOS | Com ajuda de Lobbe, obras do Caps Botafogo devem ser concluídas

O deputado federal Lobbe Neto, do PSDB paulista, visitou na manhã desta sexta-feira, 05, a construção do Caps III, no Jardim Botafogo, em São Carlos. A visita foi solicitada pelo vereador Rodson Magno (PSDB) e pelo secretário municipal da Saúde, Caco Colenci.

No local, o secretário contou ao deputado que, há cerca de uma semana, a construtora paralisou as obras pela falta de repasse da segunda parcela do convênio com o Ministério da Saúde. “A papelada está toda certa e, de acordo com o informado, o governo federal cancelou o empenho por falta de recursos”, contou Colenci.

“Procuramos o deputado para solicitar o seu apoio junto ao Ministério e a segunda parcela do convênio possa ser liberada para a conclusão do Caps”, contou o vereador Rodson.

Prontamente, o deputado Lobbe entrou em contato com o Ministério da Saúde, em Brasília, e solicitou a liberação dos recursos para que a obra possa ser concluída. “Tivemos uma resposta positiva do próprio ministro Ricardo Barros, que se comprometeu em estar liberando os recursos para que a empresa prossiga com as obras e entregue o Caps III para a população”, contou o parlamentar.

Salvador Lopes, da Empresa K2 que é responsável pelas obras, contou que sessenta por cento da construção está pronta. “Estão faltando esquadrias, portas, parte elétrica, cobertura e a pintura, ou seja, cerca de quarenta por cento”, explicou.

O investimento total das obras é de mais de R$ 1,3 milhão, entre recursos do Ministério da Saúde e contrapartida do município. A unidade terá uma área construída de 741,23m², que comportará o atendimento individual para consultas em geral, atendimento psicoterápico, oferta de medicação assistida e dispensada, atendimento em grupos para psicoterapia e atividades de suporte social, oficinas terapêuticas, atividades de reabilitação psicossocial, entre outras atividades.

Lobbe ressaltou a importância do Caps para a cidade. “Esta unidade fará com que o tratamento psiquiátrico no município seja ampliado, tornando-o mais efetivo, além de reduzir custos para a Prefeitura Municipal no atendimento psicoterápico”, finalizou.

 

Deixe uma resposta