CULTURA | Atitude Manifesta do Controle se apresenta no Teatro Municipal no dia 13/05

No próximo dia 13 de Maio às 20h, o Teatro Municipal de São Carlos “Dr. Alderico Vieira Perdigão” recebe a estreia do espetáculo A atitude manifesta do controle, criado pelas intérpretes Mainá Santana e Thais Diniz com a colaboração do provocador cênico Willy Helm.

Contemplado pelo edital Proac Primeiras Obras de Produção de Espetáculo de Dança, o espetáculo foi criado a partir da investigação física dos conceitos de “poder” e “relações de poder” apresentados pelo filósofo Michael Foucault em seus livros Vigiar e Punir (1975) e Ditos e Escritos – Genealogia da Ética, Subjetividade e Sexualidade (1994). A questão que norteia este trabalho é “Como as relações de poder presentes na sociedade constroem e controlam os sujeitos?”

Em cena vemos a movimentação de corpos que, modificando o espaço, exercem ações de poder um sobre o outro. Ao mesclar gestos cotidianos com movimentos conhecidos de dança, procuram trazer sensações de risco, tensão, atenção e perda de controle.

Além do espetáculo, as intérpretes oferecerão às 16h do mesmo dia uma oficina de dança onde compartilharão sua preparação corporal e os exercícios investigativos que foram utilizados para a criação do espetáculo. A oficina será destinada para bailarinos, atores e interessados em arte e cultura em geral a partir de 14 anos. Não é necessária experiência anterior em dança.

Ficha técnica

Concepção: Mainá Santana
Artistas criadores: Mainá Santana, Thaís Diniz e Willy Helm
Intérpretes: Mainá Santana e Thaís Diniz
Preparação Corporal e Provocação Cênica: Willy Helm
Fotografia e Registro de Processo Criativo: Willy Helm
Fotografia e Vídeo Cênico: Levi Freschi
Criação de Luz: Rossana Boccia
Criação de Arte Sonora: Vagner Cruz
Cenografia: TRIO Design e Marcenaria
Artista Gráfico: Rafael Carrion
Produção Administrativa e Executiva: Iolanda Sinatra

Serviço:

13 de Maio – São Carlos

Teatro Municipal de São Carlos “Dr. Alderico Vieira Perdigão”

Rua. Sete de Setembro, 1735 – São Carlos

16h às 19h – Oficina

20h – Espetáculo A Atitude Manifesta do Controle

Classificação indicativa oficina: 14 anos / Classificação indicativa espetáculo: 12 anos

Entrada Gratuita

Sinopse – A Atitude Manifesta do Controle

Como as relações de poder presentes na sociedade constroem e controlam os sujeitos?

Partindo desse questionamento, os artistas criadores buscam gerar um universo poético inspirado na teoria do filósofo Michael Foucault sobre o tema. Em cena, por meio de jogos de movimento, gestos cotidianos e memórias pessoais e sociais, os corpos se modificam procurando entender como eles se relacionam com a manutenção do mundo em que vivemos.  

Oficina

As intérpretes compartilharão sua preparação corporal e os exercícios investigativos que foram utilizados para a criação do espetáculo “A Atitude manifesta do Controle”. As propostas serão integradas às experiências pessoais e de corpo dos participantes, por meio de jogos físicos, memórias e da gestualidade de cada um.

Público alvo: Bailarinos, atores e interessados em arte e cultura em geral a partir de 14 anos. Não é necessária experiência anterior em dança.

Vagas: 20.

Currículos

Mainá Santana

Formada em Balé Clássico pela Escola de Bailados Municipal de Santos em 2004, foi bailarina do Balé da Cidade de Santos e da Companhia Brasileira de Danças Clássicas, atuando como solista. Ao longo da aprendizagem em balé clássico, teve aulas com Renata Pacheco, Toshie Kobaiashi, Bety Kyomura, Ricardo Ordoñes, Valéria Mattos, Laura Alonso, Guivalde de Almeida, Katiah Rocha, José Ricardo Tomaselli, entre outros, sendo premiada em diversos festivais. Ao buscar conhecimentos que lhe trouxessem outra fisicalidade, fez parte do projeto Biblioteca de Corpo (Viena – São Paulo, 2014), sob direção de Ismael Ivo, quando fez aulas com o próprio Ismael Ivo, Francesca Harper (The Forsythe Company), Libby Farr (P.A.R.T.S), Kenji Takagi (Tanzteather Wuppertal), José Agudo (Akram Kham Company) e Iñaki Azpillaga (Ultima Vez – Wim Vandekeybus), no ImpulsTanz – Vienna International Dance Festival. Seguindo seus estudos de corpo, fez oficinas e workshops com Mario Nascimento, Claudia de Souza, Denise Namura, Michael Bugdahn, Luis Fernando Bongiovanni, Jerônimo Bittencourt, Vanessa Macedo e Letícia Olivares. Também é Psicóloga pela UFSCar e Arte-Educadora pela Universidade de São Paulo (USP), atuando como arte-educadora em exposições no Espaço Cultural Porto Seguro (Grandes Mestres) e no SESC Pompéia (MAI+ Marina Abramovic, SESC_Videobrasil Panoramas do Sul), bem como educadora em dança. Integra a Cia Carne Agonizante desde janeiro de 2015, nos espetáculos Colônia Penal (2013), Estado Independente (2008), Não te Abandono Mais, Morro Contigo (2015) e O Processo (2003). É residente do Centro de Referência da Dança de São Paulo (CRD) desde maio de 2016, iniciando as pesquisas para a construção deste espetáculo.

Thaís Diniz

Iniciou em 1996 seus estudos em dança, com formação em balé clássico pela RAD. Em sua carreira profissional, integrou o elenco de companhias  como: Cia. TeatroDança Ivaldo Bertazzo com o espetáculo “Corpo Vivo– Carrossel das Espécies”; Cia Mariana Muniz de Teatro e Dança; Balé da Cidade de São Paulo, acompanhando remontagens de obras como “Apocalipsis” (Victor Navarro) e “Cantares” (Oscar Araiz), com direção de Iracity Cardoso; Raça Cia. de Dança de São Paulo, “Caminho da Seda” e “Tango sob dois olhares”, coreografias assinadas por Roseli Rodrigues e direção de Jhean Alex; Núcleo Omstrab com os trabalhos “Cidade”, “Montestória” e “Fluxo Invisível”, dirigido por Fernando Lee.

Em 2014 foi contemplada com a bolsa de estudos para o projeto Biblioteca do Corpo dirigido por Ismael Ivo. Este projeto, inserido como parte do ImpulsTanz – Vienna International Dance Festival – incluiu a montagem do espetáculo “Erêndira” com estreia no tradicional Volkstheater de Viena. Nesta ocasião teve sólido contato com o trabalho de renomados professores como: Francesca Harper (Forsythe Company), Kenji Takagi (Tanztheater Wuppertal) e Jose Agudo (Akram Khan Company).

Residente do Centro de Referência da Dança, atua na criação do espetáculo  “A Atitude Manifesta do Controle”,  contemplado no edital ProAc Nº 06/2016 – 1ªs Obras de Produção e Espetáculo de Dança.

Deixe uma resposta