SÃO CARLOS | APAE implanta sistema econômico de energia com verba destinada pela Câmara na gestão de Lucão Fernandes

A APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de São Carlos realizou um evento na manhã desta quinta-feira (11), para apresentar o sistema fotovoltaico (de energia solar), que foi implantado para gerar economia de energia elétrica para a instituição. A conquista foi possível por meio de verba de R$ 300 mil destinada pela Câmara Municipal no ano passado, através da economia (duodécimo) do Legislativo, sob a gestão do então presidente, vereador Lucão Fernandes (PMDB), com apoio dos vereadores, assessores e funcionários da casa.

O evento desta quinta-feira, que aconteceu na APAE, teve a presença de diversos parlamentares e autoridades, como os ex-presidentes da Câmara, Lucão e Marquinho Amaral, a presidente da APAE, Odalete Martins Piva, a gerente administrativa da APAE, Maria Cristina Duarte Schiabel e o diretor do Rotary Clube, Mário Lima, entre outros.

Segundo a diretoria da APAE, o sistema irá gerar economia de cerca de R$ 4 mil por mês na conta de energia elétrica da entidade. Além disso, o sistema promove uma solução ambiental adequada, sem dano à natureza, pois não polui o meio ambiente, sendo, portanto, uma energia limpa e renovável.  O pedido de recurso foi formalizado pela instituição no ano passado e então presidente Lucão se sensibilizou com o projeto que trará economia. Para o vereador, a conquista é fruto de uma importante união.

“Essa conquista é fruto de uma união entre o Poder Executivo e o Legislativo, que tem trabalhado em conjunto com os vereadores, visando o que é importante para o município. Essa iniciativa começou com o ex-presidente Marquinho, que na sua gestão, destinou R$ 200 mil para compra de veículos. Acredito que na atual gestão do presidente, vereador Julio César, esta parceria terá continuidade”, disse Lucão, ressaltando ainda o empenho do ex-prefeito Paulo Altomani em atender ao pedido de auxílio à instituição. Destacou ainda a seriedade e importância do trabalho realizado pela APAE, atendendo mais de 500 crianças e jovens com alguma deficiência no município.

Deixe uma resposta