SÃO CARLOS | Secretaria de Educação apresenta projeto para criação do Centro de Formação

O secretário de Educação, Nino Mengatti, apresentou na ultima quarta-feira (17), ao vereador e presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia da Câmara Municipal, Azuaite Martins de França, projeto elaborado por sua equipe para a criação do Centro de Formação dos Profissionais da Educação.

A ideia é que o Centro seja concebido como um equipamento público a serviço da cidade tendo como objetivo dar sustentação às ações de formação continuada dos profissionais que atuam na educação do município, ampliar suas competências e fomentar a discussão sobre a Educação, com vistas ao diálogo e à qualificação destes profissionais.

Apresentado pela professora e diretora da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Névio Dias, Maria Cecília Cerminaro, para o vereador e demais supervisores e diretores, o projeto ressalta que a criação de um centro de formação é uma das estratégias do Plano Municipal de Educação.

De acordo com Nino Mengatti a intenção é que esse Centro seja montado no Palacete Conde do Pinhal, prédio onde já funcionou a sede da Secretaria e que passa por reforma. “Vamos terminar a reforma do Palacete até setembro, e após aprovação da Câmara Municipal, pretendemos iniciar os trabalhos. Precisamos aproveitar o centro de excelência que temos na cidade por meio das universidades. Investir na educação não é só construir prédios e abrir novas vagas, precisamos pensar na qualidade e isso passa pela formação, capacitação e qualificação de todos os profissionais da educação como professores, diretores, merendeiras, agentes educacionais, auxiliares administrativos e demais profissionais da rede de ensino”, afirma o secretário de Educação.

Para o vereador Azuaite Martins de França o centro é fundamental para o desenvolvimento de uma educação de qualidade e deve ser pensando como política permanente. “Por meio das formações e capacitações será possível implantar na rede municipal de ensino políticas e programas de formação continuada, porém entendo que deva ser uma política de estado e não de governo, ou seja, independentemente de que esteja no cargo de prefeito, a permanência tem que ser garantida”, comenta o presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia da Câmara Municipal.

Entre os objetivos do Centro estão: oferecer cursos, seminários, oficinas, simpósios e outras ações que contribuam para a ampliação do conhecimento e aquisição de habilidades voltadas para o aprimoramento dos trabalhos dos profissionais da educação; atualizar constantemente os métodos e técnicas pedagógicos e a interagir com a comunidade científica, visando o aprimoramento da qualidade do ensino e a troca de experiências entre os profissionais da rede municipal, inclusive, quando possível, com a participação de pesquisadores em áreas afins aos níveis de ensino oferecidos; propiciar o acesso dos profissionais às Tecnologias da Informação e Comunicação como instrumento formativo e educativo; identificar e catalogar trabalhos realizados com êxito por professores e das escolas, envolvendo os conteúdos curriculares; partilha de conhecimento e capacidades orientada para o desenvolvimento profissional e melhoria da qualidade do ensino e dos resultados da aprendizagem escolar dos alunos, entre outros.

Deixe uma resposta