SÃO CARLOS | Reitora da UFSCar ministra palestra na abertura do “Brasil Pensa, São Carlos Pensa”

 

Com o tema “A Universidade à frente do seu tempo e presente na sociedade”, a reitora da UFSCar, Profª Drª Wanda Hoffmann, abriu na noite da última quinta-feira (24), a série de palestras do Programa Brasil Pensa, São Carlos Pensa, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia, pasta coordenada pelo professor e pesquisador José Galizia Tundisi.

O programa visa promover na cidade um fórum de discussão de alto nível. Para isso, estão sendo convidados pesquisadores, cientistas, educadores, médicos, engenheiros, pessoas que trabalham para o desenvolvimento do país, nas áreas de Ciência, Educação, Tecnologia, Saúde, Artes, Esportes, Economia, Trabalho, Justiça, Meio Ambiente, Comunicação, Mobilidade Urbana, Infraestrutura, Energia e Segurança Alimentar.

De acordo com o secretário Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia o objetivo das discussões é destacar o papel de São Carlos no contexto regional e nacional. “Queremos promover discussões, debates, intercâmbios e apresentar propostas para que o Brasil e São Carlos cresçam de maneira organizada e racional. Agradecemos a reitora da UFSCar que aceitou o nosso convite para abrir as discussões, colocando o conhecimento gerado na universidade à disposição do município”, agradeceu José Galizia Tundisi.

O prefeito Airton Garcia também agradeceu a reitora e foi enfático. “Todo o projeto que contribuir com o desenvolvimento de São Carlos, vamos fazer o possível para colocar em prática, porque entendemos que a integração entre as universidades e a Prefeitura é fundamental para a melhoria da qualidade de vida da nossa população”, ressaltou.

Para o vereador Marquinho Amaral o Programa Brasil Pensa, São Carlos Pensa é importante para o município. “A maioria da população não tem ideia do conhecimento produzido pelas universidades de São Carlos, portanto com esse programa vai ser possível saber mais sobre as pesquisas e como as pessoas podem ser beneficiadas com esses estudos”.

Para a reitora da UFSCar o programa é uma iniciativa importante de aproximação da universidade com os atores do município e da região. “É uma oportunidade de mostrarmos o que a UFSCar tem produzido. Os nossos alunos fazem estágios em várias áreas que estão sob a responsabilidade do município, portanto é um momento importante, um momento de pensarmos no futuro conjuntamente. Temos 26 empresas juniores que poderiam atuar fortemente na sociedade”, disse Wanda Hoffmann. 

Números

A UFSCar tem hoje 2.300 funcionários, sendo que 1.040 são técnicos administrativos. A Universidade se destaca pelo alto nível de qualificação de seu corpo docente: 96,1% são doutores ou mestres e 95,81% dos professores desenvolvem atividades de ensino, pesquisa e extensão em regime de dedicação exclusiva. Possui quatro campi: São Carlos, Araras, Sorocaba e Lagoa do Sino.

Os 48 departamentos acadêmicos da Universidade estão divididos em oito centros: Ciências Agrárias, Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências em Gestão e Tecnologia, Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade, Ciências Exatas e de Tecnologia, Ciências Humanas e Biológicas, Educação e Ciências Humanas e Ciências da Natureza.

A UFSCar oferece 62 cursos e um total de 2.757 vagas na graduação presencial. Além disso, conta com 47 programas de pós-graduação, oito cursos de mestrado profissional, 41 de mestrado acadêmico, 27 de doutorado e 95 cursos de especialização. Oferece 1.355 atividades de extensão e 311 programas, além de 94 Atividades Curriculares de Integração (Aciepes).

Há, no total, 24.825 alunos matriculados na Universidade: 12.338 de graduação presencial; 1.584 de educação à distância; 369 são alunos de mestrado profissional; 1.915 de mestrado acadêmico; 1.690 de doutorado; e 6.929 de especialização.

Também participaram da abertura do programa os vereadores Moisés Lazarine, Laíde Simões, os secretários de Trabalho, Emprego e Renda, Walcinyr Bragatto, de Planejamento e Gestão, Roberto Ignatios, professores, pesquisadores e pró-reitores da universidade.

Deixe uma resposta