POLÊMICA | Lucão Fernandes quer esclarecimentos sobre morte de bebê na maternidade

O vereador e presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, Lucão Fernandes (PMDB), informou que está solicitando, por meio de ofício, explicações oficiais da Santa Casa de Misericórdia sobre a constatação do óbito de um bebê em fase final de gestação, ocorrido na Maternidade Dona Francisca Cintra Silva na manhã desta sexta-feira (26).

No início da tarde, o vereador entrou em contato com o superintendente do hospital, Daniel Bonini, para requisitar a presença de um representante da instituição em audiência pública realizada na tarde desta sexta-feira, para apresentação de relatórios da Secretaria da Saúde no primeiro quadrimestre do ano.  

O coordenador da Maternidade, Humberto Hirakawa, compareceu à audiência e ofereceu esclarecimentos preliminares sobre o caso. Ele informou que o diagnóstico de óbito se verificou antes da chegada à maternidade, onde a gestante “foi acolhida da melhor maneira possível”.

Acrescentou que se tratou de gestante de alto risco, com três patologias clínicas graves e uma delas culminou no ocorrido. Análises serão feitas pela maternidade, porém, preliminarmente o coordenador adiantou que, com base em prontuários da condução pré-natal, abordagem da maternidade “foi adequada”.

Após a fala de Hirakawa, que mencionou a existência de índice de 70% de partos cirúrgicos em São Carlos, o secretário municipal de Saúde informou sobre os entendimentos com a Santa Casa para implantação do modelo de Casa de Parto no município, um espaço de acolhimento às gestantes.   

A medida foi proposta pelo vereador Lucão que protocolou um requerimento coma reivindicação no dia 7 de março passado.

Deixe uma resposta