IBATÉ | Semana Mundial do Brincar 2017 – “O Brincar que Encanta o Tempo”

Na semana de 22 a 26 de maio, as escolas de Educação Infantil e Fundamental da Rede Municipal de Ensino de Ibaté realizaram a 3ª edição da Semana Mundial do Brincar, com o tema “O Brincar que Encanta o Tempo” e neste ano contou com a parceira da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) da cidade.

De acordo com a professora Daniela Aparecida Evangelista Thomazzi, esta semana é uma iniciativa da Aliança pela Infância que acontece desde 2009. “Para nós, ibateenses, foi apresentada pelo Programa São Paulo pela Primeiríssima Infância em 2015, no qual ambas, dão ênfase ao desenvolvimento integral das crianças até três anos de idade”, explicou.

A Semana Mundial do Brincar de 2017 visou um convite ao brincar que encanta o ritmo vital da infância e acompanha a sequência da vida com imaginação, fantasia e experiências físicas e anímicas. “O brincar está presente diariamente nas atividades de nossas Escolas de Educação Infantil, pois os professores, coordenadores e diretores, sabem da real importância deste momento na vida de nossos alunos. O momento da brincadeira é uma oportunidade de desenvolvimento para a criança, pois é através dela, que os pequenos aprendem, experimentam o mundo, possibilidades, relações sociais, elaboram autonomias de ação, organizam emoções, além de desenvolver a aprendizagem da linguagem e a habilidade motora”, disse Daniela.

Durante a semana, também foram resgatadas as antigas brincadeiras. “E com todo esse desenvolvimento que o brincar proporciona a programação nas escolas a na APAE, resgatou as brincadeiras, como: trenzinho passa anel, batata quente, vivo morto, brincadeiras de roda, amarelinha, adoleta, estátua, contação de histórias, pinturas, pula corda, elástico, bolinha de gude, vai e vem, pé de lata, pega varetas, coelhinho sai da toca, dança das cadeiras, elefantinho colorido, seu lobo, brincadeiras diversas com bexigas, mamãe polenta dentre outras”, finalizou Daniela.

O prefeito Zé Parrella disse que isso resgata os valores das crianças, pois são brincadeiras sadias e que exercitas as crianças. “Hoje a maiorias das crianças estão na era da tecnologia com celulares, tablets e vídeo games e esse tipo de brincadeiras incentiva as crianças e não ficar somente no mundo digital como era no passado isso para mim é orgulho”, afirmou.

Deixe uma resposta