SÃO CARLOS | Paraná Filho solicita audiência pública para debater Programa de Coleta Seletiva

O vereador Paraná Filho (PSB) protocolou requerimento na Câmara Municipal solicitando o agendamento de uma audiência pública para tratar de assuntos relacionados ao Programa de Coleta Seletiva de São Carlos. O objetivo, segundo ele, é estabelecer um debate com a sociedade civil acerca de propostas a serem apresentadas pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos a fim de que sejam fixadas metas e direções para o funcionamento do programa no município.

“O Programa de Coleta Seletiva de São Carlos é uma prática orientada pelos valores da autogestão, democracia, cooperação, solidariedade, respeito à natureza, promoção da dignidade e valorização do trabalho humano”, observa Paraná Filho.

O parlamentar destaca que o programa está relacionado a um projeto de desenvolvimento sustentável global e coletivo. “O empreendimento solidário é a forma como os trabalhadores se organizam em cooperativas e associações, num trabalho de cooperação e autogestão participativa  e democrática”.

Paraná Filho ressalta que numa época em que as pessoas tomam consciência dos problemas ambientais relacionados ao lixo urbano, o Programa de Coleta Seletiva de São Carlos, aparece como grandes alternativas para diminuir a geração de lixo. “Os serviços e ações da Secretaria Municipal de Serviços Públicos nessa área devem ser executados exclusivamente por pessoas com competência e eficiência e este é um assunto que devemos tratar nesta audiência pública”, informa o vereador. Em sua opinião, o Poder Legislativo “não pode se furtar ao papel de promover uma discussão para conhecer e discutir as propostas da Secretaria”.

Para participar do evento, a ser agendado pela Presidência da Câmara, o vereador sugere que sejam convidados o Secretário Municipal de Governo, Edson Fermiano, o  Coordenador de Meio Ambiente, José Galizia Tundisi, o secretário municipal de Serviços Públicos, Mariel Olmo,representantes da COOPERVIDA (Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de São Carlos), do Fórum Comunitário de Resíduos Sólidos , da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), da São Carlos Ambiental, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e do Ministério Público do Estado de São Paulo (Meio Ambiente).

Deixe uma resposta