GREVE GERAL | Suzantur coloca ônibus nas ruas e população terá transporte coletivo

Em uma operação especial para garantir a prestação de serviços e o direito de ir e vir da população, a Suzantur conseguiu colocar os ônibus nas ruas para garantir o transporte coletivo nesta sexta-feira (30), dia marcado pela Greve Geral convocada pelas Centrais Sindicais e movimentos ligados ao PT e partidos de esquerda.

De acordo com o coordenador operacional, Thyago Henrique Genari, todos os veículos da empresa que operam em São Carlos estão nas ruas. “O transporte coletivo é um serviço essencial e a Suzantur, através de uma operação especial, conseguiu colocar os ônibus para circular e oferecer o transporte”, explicou.

Às 5h45 cerca de 98% das linhas já estavam em operação. “Acredito que até às 7h30 todos, ou seja, 100% dos ônibus estarão circulando”, explicou Thyago.

BOMBAS E ARTEFATOS DE METAL

A garagem da Suzantur funciona normalmente na manhã desta sexta-feira (30). Alguns manifestantes se concentraram em frente da sede da empresa, no Parque Industrial. Algumas bombas foram lançadas defronte a prédio. A PM e a Guarda Municipal deram o apoio para que a população tivesse garantido o direito de ir e vir.

Já em alguns pontos da cidade foram lançados alguns artefatos para furarem os pneus dos ônibus e assim impedirem o transporte. Uma ação rápida do setor de manutenção fez as trocas de pneus de dois veículos. Ainda de acordo com as primeiras informações quatro pessoas em um gol preto estavam jogando os artefatos de ferro.

“Estes artefatos eles perfuram o pneus impedindo que os ônibus circulem. Nós estávamos com a nossa equipe de manutenção a postos e resolvemos rapidamente todos os problemas”, explicou o gerente operacional da Suzantur, Aniceser Santana.

PORTA A PORTA

A empresa também colocará o programa Porta a Porta, transporte de pessoas com deficiência, em operação nas primeiras horas da manhã. “Faremos o transporte Porta a Porta também. Ele poderá atrasar um pouco, estamos verificando a segurança nas ruas para que os veículos possam circular com tranquilidade. É um transporte especial, por isso há necessidade de avaliação criteriosa da segurança e garantir a locomoção sem nenhum problema aos nossos clientes deste projeto”, explicou Santana. “Pedimos a compreensão dos usuários do Porta a Porta, mas estamos fazendo tudo para dar a tranquilidade e a segurança aos nossos clientes”.

Deixe uma resposta