SÃO CARLOS | Credenciamento é alternativa para contratação de médicos até a realização do concurso público

Um dos grandes desafios da atual administração é a contratação de médicos para a atuarem na rede municipal de saúde. A Prefeitura de São Carlos chamou os aprovados no concurso público, abriu processos seletivos, mas mesmo assim, não atraiu médicos suficientes.

No último processo seletivo, apenas 17 médicos, sendo 14 clínicos gerais, 1 ginecologista, 1 psiquiatra e 1 médico do trabalho se inscreveram. O resultado final será divulgado na próxima sexta-feira (7) e, independentemente do resultado, o número de médicos não será suficiente para atender a rede. “A falta de médico é nosso principal desafio. Pedi para a Dra. Helena e ao Caco que estudem de que forma podemos aumentar o salário dos médicos para atrair mais profissionais para a cidade no próximo concurso público. Quero resolver esse problema, mas vou fazer de forma legal”, informou o prefeito Airton Garcia.

O novo concurso público está sendo elaborado. A previsão é que em outubro, o edital seja lançado. Até lá, a Prefeitura de São Carlos lançou mão do credenciamento público de médicos. Aberto no último dia 28 de junho, o credenciamento tem como objetivo a contratação de médicos, pessoa jurídica, para prestação de serviços de consultas médicas em geral e de quaisquer especialidades, para atender às demandas dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os médicos credenciados devem ter CNPJ, ser pessoa jurídica de qualquer modalidade, MEI, ME, LTDA, entre outras. A prestação de serviço será no mínimo 2h diárias, podendo chegar às 12h/dia, com pagamento de R$ 100,00 por hora trabalhada.

Os interessados em aderirem ao contrato devem procurar a Divisão de Apoio aos Procedimentos Licitatórios. O credenciamento terá validade para a prestação dos serviços por até 12 meses, nos órgãos da Secretaria Municipal de Saúde. A primeira sessão pública de abertura e análise dos documentos recebidos será no dia 19 de julho.

“Vamos ampliar a divulgação do credenciamento dos médicos para outras regiões. Eu preciso desses profissionais, principalmente, para reabrir as UPAs. Estou trabalhando para aumentar a arrecadação do município. Limpamos o nome da Prefeitura para conseguir recursos e assim, remunerar melhor os médicos da rede. Hoje, o credenciamento é necessário nesse momento”, afirmou o prefeito Airton Garcia.

Deixe uma resposta