NACIONAL | CCJC aprova parecer ao projeto de Lobbe Neto sobre Educação Alimentar

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, da Câmara dos Deputados, aprovou o parecer do relator, deputado Félix Mendonça Júnior, ao Projeto de Lei (PL) nº 128/2007, de autoria do deputado federal Lobbe Neto (PSDB-SP).

De acordo com Lobbe, o referido PL inclui o tema “Educação Alimentar” no conteúdo das disciplinas de Ciências e Biologia, nos currículos das escolas de ensino fundamental e médio, respectivamente.

O tucano ressalta que é de amplo conhecimento da população e dos especialistas, o significativo aumento da taxa de obesidade infanto-juvenil, com consequente incidência de doenças como diabetes, hipertensão, anemia, dislipidemias e outras. “A formação dos hábitos alimentares ocorre na primeira infância. Quando esses hábitos são formados de forma incorreta, torna-se maior o risco da criança se tornar obesa na adolescência”, explicou.

Segundo Lobbe Neto, o consumo de guloseimas, refrigerantes, frituras e outros produtos calóricos não nutritivos, preparados com conservantes, tem sido um fator determinante responsável por essas doenças precoces e outras insuficiências enfrentadas pela população infanto-juvenil.

Para fortalecer o vínculo positivo entre a educação e a saúde, o deputado acredita que deva ser promovido um ambiente saudável melhorando a educação e o potencial de aprendizagem, ao mesmo tempo em que se promove a saúde. “É na escola onde os programas de educação e saúde, no caso em questão educação alimentar, pode ter a sua maior repercussão beneficiando os alunos na infância e na adolescência”, afirmou. “Isso porque a escola é um espaço social, onde muitas pessoas convivem, aprendem e trabalham, onde os estudantes e os professores passam a maior parte de seu tempo”, finalizou Lobbe Neto.

O projeto segue agora para o Senado Federal.

Deixe um comentário