SÃO CARLOS | Audiência pública discutirá projeto para facilitar acesso ao Conselho Tutelar

O presidente da Câmara Municipal, vereador Julio Cesar (Democratas) agendou para o próximo dia 4, a realização de uma audiência pública solicitada pelo vereador Paraná Filho (PSB) para discutir o projeto de lei No. 204, de sua autoria, que visa alterar a lei municipal No. 13.839, de 2006, que dispõe sobre a Política Municipal de Atendimento dos Direitos da Criança e do Adolescente, o Conselho Tutelar e o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente.

O PL 204 propõe modificar o artigo 25 da lei, estabelecendo que a coordenação do Conselho Tutelar  comunicará aos órgãos públicos envolvidos com a atenção à criança e ao adolescente, com antecedência de sete dias, a escala do sistema de atendimento de plantão do CT e eventuais alterações, dando publicidade por meio do site da Prefeitura na internet.Também determina que a escala de plantão ficará afixada em local visível e de fácil acesso ao público na sede do Conselho Tutelar, a qual será amplamente divulgada no endereço físico e eletrônico do Conselho, constando os seus telefones de contato, inclusive o número de telefone utilizado em regime de plantão, ainda que móvel.

Ao justificar o pedido de audiência pública, Paraná Filho destaca a importância dos serviços e ações do Conselho, ressaltando que  o projeto de lei de sua iniciativa tem como objetivo facilitar o acesso da população  a esse trabalho. “Essa medida, além de dar a correta publicidade aos atos, também é vital para efetivação do acesso aos Conselhos pela população”, declara.

Deverão ser convidados para participar da audiência pública os coordenadores do Conselho Tutelar I e II, representantes do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, da Secretária Municipal de Infância e Juventude, o Comandante da Guarda Municipal, o Secretário Municipal de Governo e o Diretor de Segurança Pública e Coordenação de Política Institucional da Secretaria de Governo e ainda representantes do Ministério Público Estadual e da Polícia Militar.

Deixe uma resposta