IBATÉ | Lagarto Teiú invade cano pluvial de residência no Centro e é capturado por moradores

Um lagarto, popularmente conhecido como Teiú, habitou o cano de uma residência localizada na rua Nilva de Jesus Melhado Vaz, no Centro, em Ibaté.

De acordo com a moradora, o réptil caiu de uma árvore na última sexta-feira, 01, e entrou no cano de água pluvial da casa. Eles tentaram resgatar o animal, porém, sem êxito.

No sábado, 02, os moradores verificaram que o Teiú ainda estava no cano. “Com medo de que ele estava entalado, tentamos tirá-lo, mas não conseguimos. Cada vez ele ia mais pra dentro do cano”, contou.

A moradora relata que nesta segunda-feira, 04, o réptil havia saído e quando um vizinho tentou resgatá-lo, o lagarto voltou para dentro do cano.

Nesta terça-feira, 05, o vizinho passava pela rua, quando percebeu que o Teiú estava com grande parte do corpo para fora e conseguiu resgatá-lo sem lesões e, posteriormente, realizou a soltura em uma mata no bairro Encanto do Planalto.

O Teiú é um réptil de ocorrência nacional, também sendo encontrado na Argentina, e foi introduzido de maneira ilegal em outros países, como exemplo os Estado Unidos da América, causando problemas às espécies locais. Assim como os cães e gatos, os teiús podem viver por mais de uma década quando não estão no meio selvagem.

São animais que podem alcançar 1,40 m de comprimento e pesar mais de 5 kg. Podem botar mais de 30 ovos, que em condições adequadas de umidade e temperatura, eclodem entre 60 e 90 dias. A alta umidade interfere na incubação e muitos ovos são perdidos pela contaminação por fungos. A incubação artificial deve seguir rígidos padrões de higiene e controle adequado tanto da temperatura, quanto da umidade

Deixe uma resposta