POLÍTICA | PMDB de São Carlos recebe visita de Marta Suplicy nesta quinta-feira

O PMDB de São Carlos, presidido pelo vereador Lucão Fernandes e composto pelos parlamentares João Muller, Laíde Simões e Marquinho Amaral, recebe nesta quinta-feira (21) a visita da senadora da República do mesmo partido, Marta Suplicy.

Segundo Lucão, o momento é oportuno para apresentar os principais problemas que o município vem enfrentando e solicitar ajuda à senadora. “Estamos passando por muitas dificuldades principalmente com relação à saúde pública em nossa cidade. Vamos aproveitar a visita da senadora para fazer alguns pedidos, buscando que nos ajude nessa área tão primordial para a população”, disse o vereador.

Marta Suplicy deve se reunir com autoridades da cidade e região em um almoço, onde também está prevista uma coletiva para a imprensa; em seguida, por volta das 14h30, a senadora deve visitar a Santa Casa local.

Por volta das 15 horas, Marta irá destinar uma verba para o Teatro Municipal e, ao final da tarde, estará presente no lançamento da Pedra Fundamental do CEMEI Carminda Nogueira de Castro Ferreira, no Residencial Eduardo Abdelnur.  

“É com muita expectativa que recebemos a visita de uma senadora da República, do nosso partido e que tem feito um importante trabalho no país. Acredito que ela também poderá ajudar a população de São Carlos”, destacou Lucão.

A SENADORA 

Marta Suplicy é uma política, psicanalista e sexóloga brasileira. Filiada ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro, atualmente exerce o cargo de senadora da República. Em 1994, foi eleita deputada federal pelo PT— partido o qual estava filiada desde 1981. Em 1998, concorreu ao governo de São Paulo, mas foi derrotada ainda no primeiro turno. Em 2000, elegeu-se prefeita de São Paulo—cargo que ocupou até 2005, após não conseguir se reeleger. Em 2007, tornou-se ministra do Turismo no governo Lula e, em 2008, foi derrotada no segundo turno da eleição paulistana. Marta foi eleita senadora em 2010 e foi empossada no cargo em fevereiro de 2011. Desde então, afastou-se da função durante o período em que foi ministra da Cultura, saiu do PT e concorreu, novamente sem sucesso, à prefeitura de São Paulo em 2016.

Deixe uma resposta