SÃO CARLOS | Câmara não votará projetos da Prefeitura até que UPAs sejam reabertas

Em reunião realizada no final da tarde desta terça-feira (26) na sala da Presidência da Câmara Municipal, com presença de todos os vereadores e dos secretários municipais Edson Fermiano (Governo), Carlos Eduardo Caco Colenci (Saúde), Helena Antunes (Administração) e do advogado da Prefeitura, Ademir Souza e Silva, os membros da administração foram comunicados que o Legislativo não deverá votar nenhum projeto de interesse do governo municipal até que a Unidade de Pronto Atendimento do Aracy ou do  Jardim Santa Felícia sejam reabertas.

A decisão da Câmara Municipal, conforme reafirmou o presidente Julio Cesar (Democratas) nesta quarta-feira (27), só não se aplicará aos projetos de convênios com entidades assistenciais que serão votados normalmente, para que nenhuma entidade seja prejudicada. No momento, as unidades do Aracy e Santa Felícia estão fechadas e somente a da Vila Prado atende à população. No último final de semana, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Prado ficou lotada e há a possibilidade fechamento por falta de médicos rodaram pela cidade.

Julio Cesar e todos os vereadores, estiveram na manhã desta terça-feira  reunidos com secretários municipais  na Câmara Municipal para tentar encontrar uma saída para a crise na saúde que aflige o município.

“Não cabe mais desculpa para população nem para Câmara. Nós precisamos de solução para os problemas. Esta Casa entende que a população não aguenta mais, os vereadores são cobrados a todo o momento. Então a Câmara Municipal decidiu que os processos de interesses da Prefeitura Municipal, como suplementação, aumento de imposto, seja o que for referente a orçamento, nós vereadores não vamos votar enquanto não ocorrer a reabertura da UPA do Cidade Aracy ou do Santa Felícia”, declarou Júlio Cesar.

Deixe uma resposta