TURISMO | Nove cidades participam de reunião do Comunitur em São Carlos

 

Com o objetivo de discutir as conquistas, estratégias e os desafios do Circuito Caminho da Paz e também da Região Turística Histórias e Vales para o próximo ano, o Conselho Municipal de Turismo (Comunitur) se reuniu na manhã desta quarta-feira (8), no auditório da Fundação Pró-memória, localizado na antiga estação da Fepasa

Além de São Carlos participaram do encontro representantes do setor de Turismo das cidades de Descalvado, Itirapina, Leme, Pirassununga, Porto Ferreira, Santa Cruz da Conceição, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, representantes de secretarias municipais e instituições como o Sebrae, Senac, Sesi, Embrapa, entre outros agentes, que fazem parte do Conselho Municipal de Turismo. Foram convidados também, representantes da rede hoteleira, os ciclistas do Circuito do Caminho da Paz e empresários do setor.

“O conselho está cada dia mais se consolidando como uma ferramenta importante de fomento da atividade turística no município, processo importante para a manutenção e o desenvolvimento da atividade turística no município de São Carlos. O Conselho Municipal tem e gera autonomia, e promove a continuidade dos projetos que são iniciados nas gestões municipais”, ressaltou Daniel Moreira, diretor do Departamento de Fomento ao Turismo da Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda.

Entre os temas discutidos na reunião do Comunitur estiveram às conquistas do Caminho da Paz em 2017, consolidado como um circuito, a necessidade de se efetuar parcerias com a rede hoteleira, os pontos de apoio e serviços turísticos principalmente para os ciclistas e peregrinos e foi ressaltado também o lançamento do site, no mês passado, a primeira ferramenta de divulgação desse Circuito.

Para o secretário de Trabalho, Emprego e renda, Walcinyr Bragatto, é extremamente importantes ações que visem o desenvolvimento do Turismo. “Esse desenvolvimento se faz em caráter regional, os municípios estão se unindo e São Carlos é um polo de oportunidades para podermos discutir e desenvolvermos junto com outras instituições. Devemos crescer muito nesse setor, estamos reestruturando em São Carlos o desenvolvimento também através do Turismo. É muito positivo o trabalho que o nosso diretor Daniel vem fazendo junto aos órgãos da cidade, trabalho que é feito também pelas demais instituições regionais e direções das cidades. Estamos preparando nossa região para ser um grande polo atrativo e nós vamos gerar muito emprego através do Turismo nesta região, especialmente na cidade de São Carlos”, ressaltou Bragatto.

Entre os objetivos a diretriz é trabalhar a partir de agora a divulgação do circuito do Caminho da Paz, como fator mobilizador de todo o trade (cenário) turístico, e da Região Turística História e Vales, passando por 12 municípios e os distritos. Em São Carlos o Circuito passa por Santa Eudóxia, Água Vermelha e depois chega a São Carlos.

“Os desafios que a gente levantou durante o evento foi à questão de monitorar a sinalização do Caminho da Paz com as placas e setas amarelas. Em São Carlos, por exemplo, nós vamos reestruturar e refazer o trajeto dentro da cidade para que ele fique mais prático e para que ele passe por lugares mais seguros. Hoje o ciclista tem que andar na avenida São Carlos, então acaba tendo um risco um pouco maior ao ciclista e ao peregrino”, alertou Moreira.

Outro objetivo, segundo Moreira, é o desafio de fortalecer as parcerias com os meios de hospedagens e os pontos de apoio e também ampliar as estratégias de divulgação do circuito e monitorar as estatísticas.

“São os números que vão dar a bagagem para podermos dinamizar conquistas, buscar investimentos para estruturar cada vez mais esse circuito. Foi o primeiro evento que a Governança Regional fez dentro de uma reunião do Conselho. Saímos da reunião, enquanto representantes de São Carlos na Governança Regional, com a definição de que as reuniões a partir de 2018 serão feitas com todas as cidades que fazem parte, junto com os Conselhos Municipais, para que possamos divulgar para os empresários, o trade turístico que faz parte dos conselhos municipais das cidades da região”, ressaltou Moreira.

Sobre a Lei do Conselho Moreira informou que será encaminhado um novo texto para reformular, deixar mais participativo.  A busca é se adequar ao alinhamento com o que está sendo solicitado hoje pela Lei dos Municípios de Interesse Turístico. O texto para a reformulação, definido nas últimas quatro reuniões do Comunitur, será encaminhado para apreciação dos membros a partir das próximas reuniões do Conselho.

Deixe uma resposta