SÃO CARLOS | Parque Ecológico comemora o nascimento de dois “Sauim de Coleira”

 

A equipe do Parque Ecológico de São Carlos “Drº Antônio Teixeira Vianna” confirmou nesta sexta-feira (17), o nascimento de dois Sauim de Coleira (Saguinus bicolor). Os pais dos filhotes vieram de Manaus em 2015 e depois de dois anos vivendo no interior paulista, aumentaram a família.

O Sauim de Coleira é um pequeno e simpático primata endêmico do Brasil, que só ocorre no Estado do Amazonas, em uma pequena área de 7.500km2, sendo considerada a menor área para um mamífero amazônico; e em parte dos municípios de Itacoatiara e Rio Preto da Eva. Por ser muito carismático o Sauim de Coleira, foi escolhido para ser mascote oficial de Manaus, mas apesar de todo este estrelismo, ele não foi poupado pelas ameaças que são muitas, como os incêndios, assentamentos rurais, expansão urbana, predação por espécies domésticas (cães), desmatamento, desconexão de habitat, redução de habitat, poluição de ambientes, atropelamentos e eletrocussão na rede de energia urbana, além da briga por ocupação de área por expansão de outra espécie de primata, o Sagui de Mãos Douradas (Saguinus Midas).

Segundo a International Union for Corservation of Nature – IUCN, o Sauim de Coleira está ameaçada “em perigo” (EN). E desde 2011 o ICMBio-MMA coordena o Plano de Ação Nacional para a conservação do Sauim de Coleira – PAN Sauim. No PAN Sauim são realizadas ações que visam reverter as ameaças a esse primata, dentre as ações estão a criação de Unidade de Conservação, conectividade entre os fragmentos de florestas, conservação ex situ, educação ambiental, entre outras.

“Esse é o resultado do trabalho sério e focado nos objetivos de um bom zoológico, com lazer contemplativo, educação ambiental, conservaçãoex-situ (hoje conservação integrada) e  pesquisa”, parabeniza Dayse Campista Bióloga, Membro do Grupo de Assessoramento Tecnico do PAN Sauim e representante da Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil no PAN Sauim que afirma, ainda, que os zoológicos brasileiros tem um papel fundamental na conservação desta espécie e o sucesso da reprodução no Parque Ecológico de São Carlos é uma esperança e uma grande contribuição.

De acordo com Francisco Rogério Paschoal, biólogo do Parque Ecológico de São Carlos, os pequenos primatas nasceram no dia 2 de novembro. “A nossa equipe técnica optou por divulgar somente agora, pois os pais necessitam de muita tranquilidade nos primeiros dias após o nascimento. Mesmo assim solicitamos aos visitantes para que não façam barulho excessivo próximo ao recinto dos animais e jamais joguem alimentos”, alerta o biólogo.

O Parque Ecológico Municipal, mantido pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, é aberto para visitação gratuita de terça-feira a sábado, das 8h às 16h30, domingo, das 8h às 17h30. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (16) 3361-4456 ou 3361-2429.

Deixe uma resposta