SÃO CARLOS | Lucão faz apelo para que Prefeitura acabe com impasse para reabertura da Casa de Saúde

Durante o expediente falado da sessão da Câmara desta terça-feira (5), o presidente da Comissão de Saúde e Promoção Social do Legislativo, vereador Lucão Fernandes (PMDB) dedicou seu tempo a pedir um apelo para que a Prefeitura faça sua parte e acabe com o impasse que bloqueia a reabertura da Casa de Saúde. O hospital está fechado há quase um ano e meio.

Nesta quarta-feira (6), na Justiça Federal, uma audiência entre Prefeitura, Casa de Saúde e Unimed (empresa que adquiriu o hospital por meio de leilão) deve definir o desfecho da saúde no município.

O vereador Lucão vem batalhando pelo entendimento entre as partes envolvidas, com o objetivo de reabrir o hospital o quanto antes, porém a Prefeitura vem recorrendo.

O vereador interceptou uma reunião com o juiz Federal, trazendo, inclusive, para diálogo no Legislativo, o juiz e o procurador da Fazenda Nacional para que eles explicassem para a população e para os vereadores o que realmente está ocorrendo na cidade. “E ficou claro que há um entrave com a Prefeitura, que perdeu a ação e não quer pagar os honorários para o advogado. Entraram com uma segunda ação e ao que parece está próximo de perderem novamente”, comenta Lucão. Ressaltou ainda que o revés dessa primeira ação perdida representa cerca de um milhão para o município pagar, e a segunda, caso venha a ocorrer, chegará a quase três milhões.

“Então estamos fazendo um apelo para que nesta reunião que acontecerá nesta quarta-feira (6) na Justiça Federal para que a Prefeitura faça a parte dela, colaborando para um bom desfecho do caso, contribuindo para que a saúde do nosso município melhore, porque com a aquisição do hospital, a Unimed disponibilizará leitos da Santa Casa que serão usados por pacientes do SUS e todos sairão ganhando, além de desafogar um pouco a Santa Casa”, enfatizou Lucão. Somente após resolução sobre a propriedade do prédio é que vai ser possível usar parte do dinheiro do leilão pra acertar as dívidas trabalhistas com os ex-funcionários da Casa de Saúde. O vereador destacou ainda estar preocupado com a saúde do município e com a situação dos ex-funcionários do hospital, ressaltando que, o quanto antes, este impasse precisa ser solucionado.

Deixe um comentário