POLÍCIA | Homem morre após ser baleado com tiro de cartucheira em área rural de São Carlos

Um homem de 33 anos, identificado como Almir José Dias, morreu na noite desta segunda-feira, 12, após ser baleado em sua residência na Morada dos Cedros, área rural de São Carlos próximo a LATAM.

Segundo apurado, a vítima estaria em sua propriedade descansando na companhia de um de seus filhos de 11 anos, quando um morador da propriedade vizinha, identificado apenas como Giovani, de aproximadamente 18 anos, se aproximou do homem em posse de uma espingarda cartucheira calibre 28, e desferiu um tiro em sua direção, que acabou alvejando o rapaz na região do tórax.

A esposa da vítima, que estaria na companhia de um irmão e outro filho do casal de apenas 8 anos, ouviu o estampido do disparo da arma de fogo, enquanto retornava da pescaria, em uma represa nas proximidades do local dos fatos, seguido de gritos por socorro de seu filho, que presenciou toda a fatalidade, e ao pedir por socorro também alegou ter sigo enforcado pelo atirador, que empreendeu fuga do local em posse do armamento, correndo para dentro de uma mata.

Rapidamente Almir foi socorrido pelos familiares no carro de sua propriedade até a Base Operacional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), onde no caminho os familiares informaram o ocorrido via telefone 192, e uma Unidade de Suporte Avançado (USA) permaneceu no aguardo da chegada do mesmo, que recebeu os primeiros atendimentos e foi levado com urgência com graves ferimentos até a Santa Casa, onde ao dar entrada na unidade hospitalar, acabou não resistindo aos ferimentos e veio a óbito.

Equipes da Polícia Militar, foram até o hospital, e colheram maiores informações sobre as características do acusado, sendo então realizado buscas e diligências, porém o autor do disparo fatal não foi encontrado.

O corpo de Almir José Dias, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de São Carlos, e o homicídio foi registrado em Boletim de Ocorrência no Plantão Policial, devendo ser o crime investigado pela Polícia Civil.

Deixe um comentário