POLÍTICA | Edna Martins participa da inauguração do Bom Prato em Barretos

 

A socióloga Edna Martins, diretora da Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social (Drads) de Araraquara, participou nessa terça-feira, dia 27, em Barretos, da inauguração do 53º restaurante Bom Prato do Estado, localizado próximo ao Hospital do Câncer de Barretos. A solenidade contou com a presença do governador Geraldo Alckmin e do secretário estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, e prefeitos da região.

Na ocasião, também foi assinada a liberação de um repasse de R$ 20 milhões para as regiões de Barretos, Araraquara, Franca e Ribeirão Preto, por meio do Fundo Estadual de Assistência Social. “A gente procura sempre construir os Bons Pratos em locais de grande movimento, para dar a oportunidade, para quem está fora de casa, de poder fazer uma boa refeição por R$ 1,00”, afirmou o governador durante o evento.

O Governo do Estado de São Paulo investiu, no total, R$ 1,9 milhão na unidade. Foram R$ 581,2 mil para a implantação e R$ 1,3 milhão para o custeio de refeições, no período de 12 meses. O investimento da Prefeitura de Barretos foi de R$ 900 mil para a implantação e R$ 375 mil para custear as refeições por 12 meses, totalizando R$ 1,2 milhão.

O Bom Prato “José Vieira Machado” servirá 1.800 refeições, sendo 1.500 no almoço, por R$ 1,00; e 300 no café da manhã, por R$ 0,50. Crianças até seis anos têm a refeição gratuita. O espaço tem 210 lugares, sendo 12 com acessibilidade.

O restaurante funcionará de segunda à sexta-feira, das 7h às 9h, no café da manhã; e a partir das 10h30 até o término da cota diária, no almoço. A entidade responsável pela unidade é AELESAB (Programas de Integração e Assistência Social à Criança e Adolescente).

O Bom Prato é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e servirá, a partir de agora, cerca de 90 mil refeições. Desde a inauguração em 2000, já serviu mais de 195 milhões de refeições e investiu mais de R$ 540 milhões no programa.

Serão 53 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na Capital, nove na Grande São Paulo, seis no litoral e 16 no interior. O almoço, com 1.200 calorias, é composto por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa.

Criada há 17 anos, a rede de restaurantes populares oferta alimentação balanceada e de qualidade (almoço e café da manhã) com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Liberação de recursos

O governador assinou o repasse de R$ 20 milhões para as regiões de Barretos, Araraquara, Franca e Ribeirão Preto, por meio do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS) para os Fundos Municipais. Com isso, os 93 municípios devem aplicar a verba nos serviços cofinanciados de acolhimento de crianças, adolescentes, idosos, como também em equipamentos que atendem moradores em situação de rua, pessoas com deficiência e em situação de violência.

A região de Barretos, com 19 cidades, receberá R$ 4,6 milhões; Araraquara, com 26, terá o total de R$ 4,6 milhões; Franca, com 23, ficará com R$ 4,3 milhões; e Ribeirão Preto, com 25 municípios, receberá R$ 6,2 milhões do Governo do Estado de São Paulo.

Sobre o Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS)

Conforme o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), é responsabilidade do Estado o cofinanciamento dos serviços, ações e programas socioassistenciais.

O repasse é realizado de acordo com as ações definidas no Plano Municipal de Assistência Social (PMAS). Com isso, as secretarias municipais de Assistência Social definem como alocar os recursos do cofinanciamento estadual de acordo com a realidade local.

Deixe um comentário