SÃO CARLOS | Prefeitura decreta situação de emergência devido aos estragos provocados pela chuva

  

A Prefeitura de São Carlos decretou situação de emergência nesta terça-feira (20), devido aos estragos e prejuízos provocados pela chuva que caiu no início da tarde. O decreto será publicado na edição do Diário Oficial desta quarta-feira (21).

“Os estragos foram muito grandes. Mais uma vez, os comerciantes da baixada do Mercado foram os mais prejudicados. Foram vários pontos de alagamento com destruição do asfalto e de calçadas. O estado de emergência acelera a liberação de recursos para obras emergenciais e auxilia na recuperação dos locais atingidos”, afirmou o prefeito Airton Garcia.

A chuva começou por volta de 13h30 e durou cerca de 30 minutos. “A chuva não estava prevista, a previsão para hoje era de apenas 3 milímetros. A nuvem se formou rapidamente, em 20 minutos. Choveu 69 mm em toda a bacia do Gregório provocando inundações ao longo de toda a marginal, do CDHU, Praça Itália, Educativa, Mercado Municipal e rotatória do Cristo. Também tivemos pontos de alagamento na rodoviária”, contou Pedro Caballero, coordenador da Defesa Civil.

O local mais castigado foi a região do Mercado Municipal. “Os problemas no centro foram grandes. A água atingiu 1,40m invadindo o comércio e arrastando carros. O calçadão do mercado se deslocou e a área foi interditada. A Prefeitura agiu rapidamente e está empenhada na recuperação rápida dos locais atingidos”, afirmou Samir Gardini, diretor de Coordenação dePolítica Institucional da Secretaria de Governo.

Várias equipes da Prefeitura de São Carlos, da Prefeitura de Ibaté e de empresas privadas se mobilizaram para atender as ocorrências causadas pela forte chuva. Um grande buraco foi aberto no cruzamento da avenida Trabalhador São-Carlense com a rua São Joaquim. O local está interditado e é necessário cuidado ao transitar.

Todos os estragos foram registrados e serão anexados em um novo pedido para a liberação dos projetos que estão no DNIT. “Já estamos preparando um novo documento. Vamos anexar as imagens da chuva, dos estragos e prejuízos e pedir urgência ao DNIT na liberação dos recursos para a realização das obras tão necessárias para resolver, ou pelo menos amenizar, os problemas de enchente na região do Mercado Municipal. Serei rígido com o Governo Federal. São Carlos não merece, de tempos em tempos, passar por situações como a de hoje”, concluiu o prefeito.

Deixe um comentário