POLÍCIA | Polícia confirma causa da morte de tatuador e procura autor suspeito

O capitão da Polícia Militar de São Carlos, Paulo Nucci, confirmou na manhã desta terça-feira, 04, que o motivo do assassinato de Marcos Tsunami, de Porto Ferreira, foi uma briga de trânsito. O autor suspeito chama-se Fernando Ganci, morador de São Carlos.

“Estivemos na residência do autor e conversamos com a esposa e a sogra, que estavam juntas dentro do veículo, e foi um desentendimento, uma briga por motivo de trânsito. Os dois estavam nervosos. O rapaz do carro e a vítima começaram uma discussão e o autor já estava com arma na cintura e sacou realizando os disparos”, comentou o capitão Nucci.

Em seguida, ele conseguiu fugir e deixou a mulher e a sogra em casa, e umas compras que tinham acabado de fazer, e se evadiu. “Agora, nós estamos tentando entrar em contato com ele [autor], mas não estamos conseguindo contato, para se entregar o mais rápido possível e resolver essa situação, respondendo pelo que fez”, afirmou o capitão. “O que aconteceu foi isso mesmo, uma briga de trânsito”, finalizou.

O corpo de Marcos será sepultado às 16h30 no Cemitério da Saudade em Porto Ferreira. Ele que perdeu um irmão recentemente em um acidente deixa a companheira e um filho menor de idade.

Foto: Luciano Lopes/São Carlos Agora

O caso

O assassinato aconteceu na tarde desta segunda-feira, 03, na região do Terminal Rodoviário de São Carlos. A vítima era o tatuador Marcos Tsunami Gentil.

Ele trabalhava em um estúdio de tatuagens e body piercing, próximo à Câmara Municipal de São Carlos, na rua Sete de Setembro, no Centro.

De acordo com as primeiras informações, Tsunami dirigia um Sonata, placas de Porto Ferreira, pela rua Cesar Ricome, quando o semáforo com a rua Episcopal fechou.

O Sonata teria ficado parado atrás de um carro que estava estacionado em 45 graus, no estacionamento de um supermercado.

O autor, supostamente, desceu e foi tirar satisfações, acertando um soco no tatuador. Ato contínuo, sacou um revólver e disparou diversas vezes atingindo o condutor do Sonata, que morreu no local.

O homem que atirou estaria com duas crianças no carro e fugiu em um HB 20.

O SAMU chegou a ser acionado, mas nada pode ser feito. A Polícia Militar isolou a área e coletou todas as informações. O delegado Gilberto de Aquino também esteve no local iniciando as investigações. [com o São Carlos Agora]

Foto: Arquivo Facebook