REGIÃO | Prefeitura de Ribeirão Bonito busca soluções para ponte interditada

Após a determinação da Justiça para interditar a ponte do córrego São João, localizado no Km 18,730 da Estrada Vicinal George de Almeida Freitas, que liga o distrito de Guarapiranga até a Ponte do Rio Jacaré-Guaçu, onde a continuação é denominada de Abílio Augusto Corrêa, seguindo até Araraquara, a Prefeitura de Ribeirão Bonito deu início a estudos para solucionar o problema e deixar o local em condições de tráfego para os usuários da via.

Na manhã desta quinta-feira (24), o prefeito Francisco José Campaner (PSDB), o Chiquinho, acompanhado do diretor de Planejamento, Obras e Serviços Públicos, Renato Braga Bruno, e o chefe geral de Fiscalização, Alberto Ken Kawamura, receberam a visita do diretor regional do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) de Araraquara, Marcos Antonio Mantoanelli, onde visitaram a ponte do Rio São João.

Na ocasião, o prefeito Chiquinho e Mantoanelli conversaram sobre a situação da ponte e, como colaboração em busca de ajudar Ribeirão Bonito, o diretor regional do DER deu o seu ponto de vista técnico.

As discussões em relação a ponte do Rio São João começaram no dia 12 de janeiro de 2016 quando aconteceu o rompimento da pavimentação na estrada vicinal e uma enorme cratera se abriu.

O prefeito Chiquinho destaca que quando assumiu a Prefeitura, o problema já existia, vindo da administração passada, mas não sabia da real situação. “Foi um problema herdado pela nossa administração, pois o fato aconteceu em janeiro de 2016 e agora, três anos depois, em janeiro de 2019, a Justiça pediu a interdição da ponte e uma solução para que seja feito o trabalho correto no local e assim deixar a via em condições de uso, com total segurança para motoristas e passageiros”, observou.

O ponto de vista de Mantoanelli vem de encontro com o projeto que está sendo realizado pela equipe técnica da Prefeitura de Ribeirão Bonito, o que mostra que a administração está no caminho certo.

Interdição 

A interdição da ponte foi realizada no dia 15 de janeiro de 2019 e a Prefeitura de Ribeirão Bonito pede aos usuários das respectivas estradas para que redobrem a atenção e os cuidados, considerando que o trecho próximo a ponte está com vários redutores de velocidade, nos dois sentidos, e a velocidade máxima é de 40km/h.

No local, foi feito um desvio de 80 metros, passando apenas um veículo por vez.

Caso

No dia 12 de janeiro de 2016 aconteceu o rompimento da pavimentação na estrada vicinal, onde uma enorme cratera se abriu. Na época a administração municipal estava a cargo do prefeito Wilson Forte Junior (PMDB), o Nenê Forte, e funcionários da Prefeitura trabalharam para fazer a contenção do solo para evitar maiores deteriorações.

Dias após o acontecimento, a cidade recebeu a visita de membros da Defesa Civil do Estado de São Paulo para analisar a situação e Nenê Forte e o deputado estadual Roberto Massafera (PSDB) foram até São Paulo, na Casa Civil, para explicar e buscar soluções para resolver os problemas e pedir a liberação de recursos.

Durante o último ano do governo de Nenê Forte, nada foi feito para solucionar o problema e agora, três anos após o ocorrido, a Justiça pediu a interdição da ponte e a Prefeitura de Ribeirão Bonito estuda medidas para enfim deixar o local em ordem.