INTERDITADO | Agentes da Defesa Agropecuária interditam Avícola Prearo em Bariri

Estabelecimento, que fica no município de Bariri, já tem um histórico de autuações

 

Agentes do Serviço de Inspeção do Estado de São Paulo (SISP), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, interditaram a Avícola Prearo, em Bariri, na manhã desta quinta-feira (31/1), por crimes que lesam o bolso e a saúde do consumidor. O estabelecimento já possui um histórico de autuações por fraudes desta natureza.

“É dever do serviço de defesa agropecuária do Estado coibir esse tipo de crime, que prejudica a economia e a saúde pública. Estamos vigilantes e nossos agentes de fiscalização estão espalhados por todo o Estado para fazer valer a lei. A fiscalização deve ser rigorosa para os fora-da-lei e instrutivas para os bemintencionados”, afirmou o secretário de Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira.

De acordo com os agentes da secretaria, as análises de dripping test – que verifica a quantidade de água na carcaça de aves congeladas – constatou volume maior que o permitido. As condições de higiene e armazenamento dos produtos também estavam fora dos padrões exigidos. Além de muita sujeira, foram encontradas embalagens falsificadas, aves acondicionadas em geladeiras com temperatura inadequada e equipamentos quebrados.

As ações, coordenadas por médicos veterinários da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, ocorrem em diversos frigoríficos do Estado e seguem o que estabelece a Resolução SAA 36, de 21 de agosto de 2018.