ITIRAPINA | Audiência Pública marca uma nova a história e uma nova era para o Broa

No último sábado (26) foi realizada uma audiência publica no Balneário Santo Antonio (Broa) na sede da APIB (Associação de Moradores e Proprietários de Imóveis no Broa) para tratar de assuntos de extrema importância para todos os moradores e frequentadores do Broa.

O presidente da APIB, Ítalo Cardinali Filho juntamente com o prefeito municipal de Itirapina, José Maria Cândido, o presidente da câmara municipal de Itirapina, Fernando Romero Olbrik e demais autoridades realizaram uma audiência pública com moradores do Balneário Santo Antonio para expor a intenção de realizar toda obra de coleta, direcionamento e tratamento do esgoto do bairro, composto hoje por mais de 1.000 imóveis. Além deste tema, foi também mencionado os temas da regularização fundiária, praça de pedágio e portaria do balneário.

O salão de eventos da APIB ficou lotado e algumas pessoas tiveram que ficar do lado de fora para poder participar desta audiência que há anos vem sendo esperada e trata de interesse de todos os moradores e frequentadores do Broa. Segundo o presidente da APIB e mediador das pautas, Ítalo Cardinali, este sábado ficou marcado na história do Broa, uma vez que os cidadãos mostraram seus interesses e vontade para realizar os projetos que foram expostos.

O prefeito municipal Zé Maria, expôs os estudos e valores de investimentos da obra sendo que na ocasião, também mostrou as alternativas para que estas sejam viabilizadas. Lembrou ainda que há mais de 4 anos vem tentando junto aos governos estaduais e departamentos, recursos para realização destas mas, devido ao comprometimento das verbas públicas, pouco conseguiu. Elencou ainda 3 possibilidades: deixar o Broa da maneira que se encontra, parte da obra realizada através da captação de recursos junto aos moradores mais financiamento e a obra totalmente financiada através da contribuição de melhoria junto aos moradores.

Por se tratar de um assunto complexo essa audiência mostrou a intenção da população frente as ideias propostas sendo que a intenção é marcar outra audiência para retomar o assunto com valores mais ajustados para cada imóvel. Após esse processo, deve ser aberta uma licitação para a concorrência da realização da obra.

Pela maioria das intenções de voto dos presentes, a opção foi pela contribuição de melhoria através de recursos próprios para a realização desta obra de grande importância. Segundo o Italinho Cardinali, essa além de trazer benefícios de saúde e ecológicos, as propriedades certamente terão uma grande valorização dos imóveis. “As propriedades regularizadas e com saneamento básico podem ter uma grande valorização no valor do imóvel, além da contribuição do meio ambiente, uma vez que o esgoto será descartado corretamente. A data de hoje é um marco para a represa do Broa.  A conscientização e disposição dos moradores para realizar essas importantes obras de melhorias já entraram para a história da represa.” ressalta Italinho.

Os assuntos da cobrança da entrada na portaria do Broa, a praça do pedágio também foram outros temas muito debatidos entre a mesa composta pelas autoridades e os presentes. Os moradores e proprietários do Broa são favoráveis a cobrança da portaria para turistas, mas não concordam com a cobrança quando se trata de convidados próprios, o que dificulta muito a fiscalização dos funcionários na portaria. Varias propostas foram expostas, mas sem chegar-se a uma conclusão comum entre os presentes. Este assunto também será abordado em uma outra oportunidade devido a sua complexidade.

Votação pela execução da obra com utilização de contribuição de melhoria por moradores.