EDUCAÇÃO | Investimentos acima do obrigatório coloca cidade em destaque

São Carlos investiu 27,75% do orçamento em educação, no ano de 2018. Ao todo, o município tem aproximadamente 17 mil alunos.  São 3 escolas em construção (2 no Eduardo Abdelnur e 1 no Jardim Araucária) e a licitação de outra, no Planalto Verde em andamento. Esses foram alguns dados apresentados pelo secretário de Educação, Nino Mengatti, no PREFAOVIVO desta quarta-feira (20).

“A política do prefeito Airton Garcia é de sempre investir mais em educação. Esse investimento maior possibilitou em 2018 a aquisição de uniformes, kits escolares, ampliação e reformas das unidades escolares, a criação do projeto CEMEAR e fortalecimento do Centro de Formação, além do investimento de mais de R$ 1,3 milhões de recursos próprios na construção da escola do jardim Araucária”, disse o secretário.

Sobre os uniformes, o secretário explicou que a licitação do ano passado e a ata de registro de preços permitiram ao município, adquirir uniformes para os novos alunos. Uma nova licitação está em andamento para a compra de uniformes de 2019/2020.

Durante a entrevista, Nino Mengatti comentou sobre algumas situações enfrentadas ao longo de 2018 e como estão sendo resolvidas. “No ano passado, um problema enfrentado pela educação foi a manutenção das escolas. Com a reestruturação, a educação ganhou o Departamento de Logística e Manutenção. Desde dezembro, as escolas estão recebendo manutenção”.

Também comentou sobre a abertura de novas creches. “Quando assumimos o governo, a lista de espera tinha mais de 3 mil crianças. Mas nos primeiros dias, percebemos que com organização e gestão não seria necessária a criação de inúmeros espaços. A Central de Vagas mostrou quem eram as crianças que realmente estavam fora da escola e quais eram aquelas com solicitação de transferência. Hoje ainda estamos no início do ano letivo e o preenchimento de vagas está em andamento. Teremos um déficit de cerca de 300 crianças na faixa etária de 0 a 3 anos, estamos trabalhando para acabar com esse déficit. Mas é importante destacar, na idade obrigatória o município de São Carlos não tem nenhuma criança fora da escola”, afirmou o secretário.

IDEB

A educação municipal alcançou a média de 7 pontos no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) em 2017. A meta era de 2021 que era atingir a pontuação geral de 6,7. “Temos que agradecer publicamente os profissionais da educação. Se não fossem eles, esse avanço não seria possível. O bom desempenho da educação é um tripé. Comprometimento dos profissionais da educação no processo ensino, temos cerca de 60% de mestres e doutores, formação inicial e continuada e a parceria com a comunidade/pais. O Centro de Formação foi fundamental para a qualificação da rede. Agora temos que ampliar esse índice”, contou Nino. 

Concurso de diretores

“Todo o processo foi muito democrático. Fizemos vários encontros com a rede, discutimos juntos. Informamos o Ministério Público e estamos na fase de contratação da empresa que irá realizar o concurso. Nosso prazo é julho”, explicou.

Educação Especial

Atualmente, a Secretaria de Educação, tem aproximadamente, 750 atendimentos na educação infantil, fundamental e EJA. Mantém projetos e programas como Espaço Braile, Projeto Bilíngue, Educação Física Adaptada, Ensino Colaborativo, Atendimentos Educacionais Especializados e Salas de Recursos Multifuncionais. Um novo processo seletivo será realizado para a contratação de novos profissionais. Todos os candidatos do concurso público foram chamados e ainda faltam 19 para atender a educação especial na rede municipal.

“Na área da educação especial, foram efetivados 20 professores e abertos 10 novas Salas de Recursos Multifuncionais, kits pedagógicos e mobiliários para as Salas de Recursos Multifuncionais foram adquiridos. O município aumentou a oferta de suportes pedagógicos e a formação aos professores e profissionais da área. No ano de 2019, temos como propósito a abertura e inauguração de um Centro Educacional Especializado”, colocou.

Sobre a merenda, o secretário de Educação, explicou que o problema está sendo equacionado. A aquisição dos produtos da merenda escolar é feita pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento. A Prefeitura abriu um processo licitatório em 2018 para aquisição de carne vermelha e carne suína, porém os 3 fornecedores classificados desistiram do processo. Hoje, uma nova licitação está sendo finalizada, os envelopes foram abertos na semana passada e o processo está em andamento.

“Fizemos um levantamento em todas as escolas para quantificar os estocáveis. Estamos avaliando diariamente. Desde o início da gestão estamos promovendo a capacitação das merendeiras, investindo em equipamentos, desde panelas até novos fogões, freezer, liquidificadores, isso é fundamental para uma alimentação de qualidade em todas as escolas do município”, afirmou.

  • EDUCAÇÃO EM NÚMEROS:

Escolas – 58 escolas (48 CEMEIs, 09 EMEBS, 1 EMEJA);

Servidores – 1.840 concursados, dentre esses 1400 professores;

Terceirizados – 123 funcionários;

Alunos – 15.502 alunos matriculados na rede municipal, mais 1.500 atendimentos em projetos, programas, parcerias e entidades conveniadas;

CEMEAR – Centro Municipal de Extensão e Atividades Recreativas de crianças e adolescentes (7 a 15 anos) – 735 vagas em várias atividades: futebol, flauta, coral, balé, jovens cientistas, informática, inglês artes, viagens literárias etc. Projeto em ampliação: CAIC, EMEBs Carmine Botta e Janete Lia, Centro de Formação dos Profissionais da Educação e CEMEIs Benedicta S. Sodré, Vitório Rebucci, João Paulo e Nilson Gonçalves.

  • IDEB escolas com índices mais altos:

EMEB Angelina Dagnone de Melo e EMEB Dalila Galli – IDEB 7.5;

EMEB Carmine Botta e Antonio Moruzzi – IDEB – 7.4;

EMEB Arthur N. Deriggi – IDEB 7.1;

EMEB Janete M. Lia – IDEB – 6.9;

EMEB Afonso F. Vitali – IDEB 6.4;

EMEB Maria Ermantina Tarpani – IDEB 6.3;

  • Escolas em construção:

– CEMEI “CARMINDA FERREIRA”- Eduardo Abdelnur – 300 atendimentos (0 a 5anos);

– EMEB “ULISSES PICOLLI” – Eduardo Abdelnur – 780 atendimentos (1º ao 5º ANO)

– EMEB “ALCYR LEOPOLDINO”- Jardim Araucária – 350 atendimentos (1º ao 5º ANO);

  • Em licitação:

– CEMEI Planalto Verde

A entrevista completa pode ser acompanhada pelo link:

 https://www.facebook.com/prefeiturasaocarlos/videos/331009290869034/.