IBATÉ | Prefeitura de Ibaté dá continuidade nas ações contra o Aedes Aegypti

Nesta semana, a Prefeitura de Ibaté, por meio da Vigilância Epidemiológica, continua realizando as ações de combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor de doenças como a Dengue, Chikungunya e Zika vírus. 

Agentes da Vigilância Epidemiológica visitarão as casas no Jardim Cruzado, na quinta-feira e sexta-feira, 21 e 22 de fevereiro, para vistoriar as residências e orientar a população de como proceder e eliminar os criadouros do Aedes Aegypti. “Como acontece com frequência, as ações nessa semana estarão concentradas no bairro Jardim Cruzado. Os agentes de saúde passarão nas casas dando orientações e pedirão para que, caso em alguma residência tenha o que descartar, seja colocado para fora e possa ser coletado durante o mutirão”, explicou o prefeito José Luiz Parrella (PSDB).

No sábado (23), funcionários da prefeitura, com caminhões e máquinas passarão recolhendo os objetos descartados pela população. “Equipes orientadas e treinadas estarão no Jardim Cruzado no sábado para pegar todo tipo de entulho e sujeira, deixando assim o bairro limpo e eliminando criadouros do Aedes Aegypti”, disse o prefeito. 

Zé Parrella solicita para que as pessoas deixem todo o material que possa acumular água como garrafas, pneus, móveis, utensílios domésticos velhos, entre outros, organizados para que sejam recolhidos. “Peço encarecidamente a colaboração de toda a população ibateense para deixar a cidade sem criadouros do Aedes Aegypti, vamos participar do mutirão no Jardim Cruzado e colaborar para uma cidade sem dengue, chikungunya e zika vírus”, ressaltou.

Vale destacar que na semana passada o mutirão aconteceu no Jardim Popular, onde foram retirados 35 caminhões de lixo e entulhos, o que deixou o bairro limpo. “No último mutirão, no Jardim Popular, tivemos um resultado satisfatório e acredito que agora será da mesma forma”, observa Zé Parrella. 

O prefeito realça que é importante que a população não descuide, fazendo a limpeza semanal dos quintais e não deixando água parada, evitando locais que podem se tornar criadouros do mosquito. “Conto com a colaboração de todos os cidadãos para mantermos a cidade assim, todos já estão de parabéns por este baixo índice, mas não podemos relaxar, é manter assim para não ter nenhum caso de dengue em Ibaté”, pediu.

Vale lembrar que para combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti é necessário: manter bem tampados caixas, tonéis e barris de água; colocar o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada; não jogar lixo em terrenos baldios; guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha sempre a boca para baixo; não deixar água da chuva acumular sobre a laje; encher os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda; guardar pneus velhos, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva; limpar as calhas com frequência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água; lavar com frequência, com água e sabão, os recipientes usados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.

Hoje, a cidade de Ibaté tem 23 casos de dengue registrados, um número alto se comparado com os anos anteriores, onde poucos foram confirmados. “Temos que deixar a cidade limpa para que não tenhamos mais pessoas com dengue”, finalizou Zé Parrella.

[envira-gallery id=”34554″]