POLÍTICA | Comissão faz reunião sobre lei que permite acompanhamento de doulas na maternidade

Os vereadores da Comissão de Estudos em Defesa da Vida e da Família Luis Enrique Kiki (presidente) Edson Ferreira e Moises Lazarine, participaram  na manhã desta  sexta-feira (1) de uma reunião na Santa Casa, com dirigentes do hospital (o superintendente Daniel Bonini e o provedor Antonio Valério Morillas Júnior) e o secretário municipal de Saúde, Marcos Palermo e a chefe de Gabinete da SMS, Vanessa Barbuto, para discutir a implementação do disposto na lei aprovada pela Câmara que prevê a contratação de doulas plantonistas para a maternidade de São Carlos, possibilitando que pacientes do SUS possam contar com o auxílio e ajuda especializada. Compõem também a comissão os vereadores Elton Carvalho, Lucão Fernandes (presidente do Legislativo).

Outro tema do encontro foi o Simpósio sobre Nascimento Saudável e Parto Normal que, a priori, será realizado em 30 de maio deste ano. “A ideia junto à Santa Casa é criar uma Comissão Organizadora para que este evento possa ocorrer em nosso município”, informou o vereador Kiki.

Em agosto no ano passado, a Câmara Municipal aprovou por unanimidade projeto de iniciativa da comissão, encabeçado pelo vereador Kiki, que instituiu o direito da parturiente de ser acompanhada por doula durante todo o período de pré-parto, parto e pós-parto, em maternidades, casas de parto, e estabelecimentos hospitalares congêneres, da rede pública e privada no município de São Carlos.

A Comissão de Estudos em Defesa da Vida e da Família, de caráter suprapartidário, foi criada pelo projeto de Resolução Nº 06, de autoria do vereador Luis Enrique Kiki, com atribuições de defender e garantir as políticas em defesa da vida e dos valores da família no âmbito do município. Também se destina a participar e promover debates, fóruns, simpósios, audiências públicas, estudos, reuniões, seminários e outros eventos junto à sociedade civil, órgãos públicos e autoridades.

Deixe uma resposta