CONEXIDADES | “Tecnologia e Inovação” abre a quinta-feira no Conexidades

Fotos: Paulo Melo

Com o início do segundo dia de painéis do Conexidades, em São Carlos, o tema “Tecnologia e Inovação – O impacto da transformação digital nas pessoas e nas cidades” foi pautado na mesa composta por Francisco Antonio Soeltl, presidente da MicroPower Global, Cleonice Gomes, Vereadora de Rincão, Rose, Vereadora de Cedral, Marcelo Marcondes, Vereador de Aparecida, Guilherme Cavalieri, presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional São Paulo, Jonathas Randal, secretário do Centro de Inovação e Tecnologia de Barueri, e Ana Serafim, Prefeita de Arco-Íris.

Segundo Stoeltl, o país está no começo de uma longa jornada que vai mudar a vida de toda a sociedade civil. “Já estamos vivendo a transformação digital há alguns anos. Temos novas profissões surgindo, como analista de comportamento digital e especialista de algoritmos, e estamos observando uma mutação significativa no mundo do trabalho. O nosso grande desafio, agora, é capacitar as pessoas para essas novas frentes de trabalho”, disse.

O Presidente da MicroPower Global falou ainda sobre a importância da transformação digital para a economia e a geração de negócios nas cidades. “Vamos ter um ambiente de negócios favorável, próspero e gerando mais receita. A expectativa é de que entre muito dinheiro na economia, para as prefeituras. Os municípios têm uma grande responsabilidade de aplicar esse dinheiro. As iniciativas pública e privada devem estar juntas para enfrentar os desafios da transformação digital. Devemos encarar o que vem pela frente de maneira colaborativa. Nós precisamos primeiro entender as necessidades, para depois ajudar as empresas. As reações de trabalho, hoje, são muito diferentes de alguns anos. Temos que ser agentes dessa transformação e criar políticas públicas que auxiliem esse novo momento”, comentou.

O Presidente da ABRH Seccional São Paulo falou, ainda, sobre a importância da criação de soluções criativas para enfrentar a preparação dos funcionários públicos e privados. “Nós estamos atuando com ações como webinars, workshops, visitas de benchmark, entre outros, para desenvolvermos respostas ao momento atual. Posso assegurar que no mundo do trabalho, esses jovens, daqui a 15 anos, terão uma interação totalmente diferente do que temos hoje. Os funcionários sempre tiveram o poder de escolha, mas agora eles estão definitivamente fazendo uso dele. A transformação digital é diferente de tudo que já vivemos, tem velocidade, amplitude, profundidade e impacto, portanto, nós, como setor público e iniciativa privada, juntos, devemos organizar a sociedade civil e enfrentar esses desafios, a fim de reduzir o número de desempregados”, encerrou.

Em seguida, participou também da discussão o secretário do Centro de Inovação e Tecnologia de Barueri, Jonathas Randal, que apresentou o case de sucesso de sua cidade. Barueri vem implantando, nos últimos anos, um plano municipal digital, de acordo com as demandas locais, e atuando em diversas frentes para tornar a cidade cada vez mais inteligente e conectada. Entre as atuações que vem garantindo o sucesso do projeto na cidade estão: a criação do cadastro único do cidadão, fibra ótica própria interligando a cidade e levando wi-fi gratuito para mais de 60 pontos, mais de 40 câmeras públicas de monitoramento ao vivo nas principais vias da cidade, semáforos inteligentes, câmeras de leitura de placas, aplicativo de marcação de consultas e muito mais.

 “Tudo isso nós conseguimos graças aos investimentos em conexão”, afirmou o secretário, que também fez questão de convidar o Conexidades para realizar sua próxima edição na cidade. “Estamos de portas abertas para vocês”, finalizou.