IBATÉ | Centro de Convivência da Melhor Idade visita a Feira Nacional do Bordado de Ibitinga

Os frequentadores do Centro de Convivência da Melhor Idade de Ibaté participam de uma série de atividades, entre elas, passeios em outras cidades da nossa macrorregião, onde visitam feiras e conhecem as tradições de cada localidade.

Dessa vez, o grupo visitou a maior Feira de Bordado do país, em Ibitinga, a Capital Nacional do Bordado.

De acordo com a coordenadora do Centro de Convivência, Dirce Lopes Peruchi, o passeio também fez parte do cronograma de atividades que são realizadas ao longo do ano, a fim de proporcionar entretenimento diversificado aos frequentadores. “Como no passeio anterior alguns não conseguiram ir, eles pediram que voltássemos à esta Feira. Então, repetimos o passeio que, mais uma vez, foi um grande sucesso. Uma tarde bastante divertida e eles ficaram muito contentes com a oportunidade de se confraternizarem”, comentou.

Ela também agradeceu o apoio da terapeuta ocupacional do local. “Agradeço a Carolina Tagliatela, que é nossa terapeuta ocupacional, que colaborou com a organização desse magnifico passeio”, afirmou Dirce.

A coordenadora ressalta que o Centro está sempre proporcionando aos frequentadores, atividades que trazem momentos de alegrias, por isso, há um cronograma diversificado de atividades, renovado com frequência, para melhor atendê-los.

O prefeito José Luiz Parella (PSDB) falou sobre as atividades. “Muitos frequentadores do nosso Centro da Melhor Idade não tiveram, ao longo da vida, a oportunidade de fazer uma viagem, de conhecer lugares diferentes, e agora estão podendo desfrutar um pouco disso. Dessa vez, eles foram aqui pertinho, em Ibitinga, mas em outras ocasiões, realizam excursões mais longe e visitam feiras, conhecendo diversos lugares”, contou.

O Centro de Convivência da Melhor Idade, localizado na rua João Alteia, 290, no Jardim Menzani, atende gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30. No local são desenvolvidas atividades aos frequentadores, diariamente,  com café da manhã, oficina da memória, cursos de bordado e tricô, atividades de alongamento, dinâmicas, dança e grupo de orientação, dentre outras atividades que ajudam na saúde mental.