GERAL | Projeto Contribuinte da Cultura retoma Cine Tuca com sessão on-line

Encontro, que desde 2017 reúne amantes do cinema em São Carlos, ganha formato via Google Meet e estreia na próxima quarta-feira (27), com a exibição de “Macunaíma”, um dos filmes mais polêmicos do cinema brasileiro

O Instituto Mário de Andrade (IMA) e o Projeto Contribuinte da Cultura estão retomando as exibições do Cine Tuca em São Carlos, agora com sessões on-line após um período de interrupções causadas pela pandemia.

A retomada das exibições bimestrais, ainda neste momento em sistema não presencial, ocorrerá na próxima quarta-feira (27), a partir das 19h30, via Google Meet  (pelo link meet.google.com/zhf-sswz-tfg) e exibirá o filme “Macunaíma”, escolhido como parte das comemorações  dos 128 anos do nascimento de Mário de Andrade, em 9 de outubro.

A abertura do evento e a mediação do bate-papo, após a exibição, serão feitas pela presidente do IMA, Fátima Camargo e por Dante Ciarrocchi, amante de cinema e responsável pela coluna “Pílulas do Dante”, que apresenta dicas de filmes no Facebook e no Instagram do Contribuinte da Cultura. “Os projetos Cine Tuca e Pílulas do Dante se complementam. Sempre antes das exibições, Dante apresentará uma resenha sobre o filme em sua coluna. Nesta semana, por exemplo, foi publicado o post sobre “Macunaíma”. Confiram em nosso Face ou no Instagram”, convida Fátima Camargo.

Em uma adaptação da obra literária de Mário de Andrade, “Macunaíma” é um filme brasileiro de 1969 (com direção de Joaquim Pedro de Andrade e Grande Otelo e Paulo José no elenco), que conta as aventuras de um anti-herói preguiçoso e sem caráter. Considerado um dos filmes mais polêmicos do cinema brasileiro, “Macunaíma” foi premiado internacionalmente, reverenciado por muitos e, ao mesmo tempo, odiado por outros tantos.

Cine Tuca

Um dos eventos mais especiais da programação do Projeto Contribuinte da Cultura, o Cine Tuca nasceu em 2017 a partir da proposta da professora do Instituto de Física da USP, Tereza Mendes, a Tuca, que abriu sua casa em São Carlos para a exibição de filmes selecionados pelo Projeto Contribuinte da Cultura. A ideia é promover o encontro entre pessoas que gostam de cinema para exibição de filmes e para conversas descontraídas. Para Tereza Mendes, a iniciativa de tornar o Cine Tuca digital é uma necessidade que acaba virando uma oportunidade, tornando os encontros mais inclusivos e dando a oportunidade para que públicos diferentes participem. “É um privilégio termos o Contribuinte da Cultura em São Carlos e é um privilégio fazer parte da agenda desse projeto com o Cine Tuca. Estão todos convidados”.

Segundo Fátima Camargo, mesmo com o formato on-line, o Cine Tuca mantém sua proposta de estimular a prática do encontro em torno da arte. “Qualidade, leveza e motivação para reflexão: essas são as palavras que resumem o critério para a escolha dos filmes exibidos no Cine Tuca. São filmes com qualidade de direção, roteiro, fotografia, de argumento e que, quando terminam, trazem algum tipo de desdobramento para a nossa experiência de vida”.

Já foram exibidos pelo Cine Tuca, desde 2017: “Tempos de Paz”, “Um conto Chinês”, “O Deus da Carnificina”, “Bagdad Café”, “Departures – The gift last memories – [A Partida (Okuribito)]”, “Les Emotifs Anonymes”, “É Proibido Fumar” e “Corra Lola, Corra”, entre outros.

SERVIÇO
Sessão on-line do Cine Tuca / Projeto Contribuinte da Cultura
Exibição do filme: “Macunaíma” – Brasil 1969 • cor • 110 min
Diretor: Joaquim Pedro de Andrade
Elenco: Grande Otelo, Paulo José, Dina Sfat, Milton Gonçalves, Jardel Filho, Rodolfo Arena, Joana Fomm
Música: Jards Macalé; Orestes Barbosa; Sílvio Caldas; Heitor Vila-Lobos, antonio Maria
Dia 27 de outubro (quarta-feira)
Às 19h30
Google Meet pelo link: meet.google.com/zhf-sswz-tfg