COVID-19 | Doria anuncia a compra de 2 milhões de testes rápidos

Investimento do Governo de SP será de R$ 12 milhões para a aquisição dos insumos que devem chegar até fevereiro

 

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (12) a aquisição de 2 milhões de testes rápidos de antígenos para COVID-19, que serão disponibilizados até fevereiro aos municípios do Estado. A medida visa ampliar as políticas de testagens e o monitoramento de casos de coronavírus.

“São Paulo liberou R$ 12 milhões para a aquisição de mais 2 milhões de testes rápidos que estarão disponíveis na rede até fevereiro. Os testes funcionam como uma bússola para diagnóstico rápido e ação efetiva para controle da doença”, disse Doria.

Os testes têm grau de efetividade de 98% e o resultado sai em 15 minutos. Com investimentos de R$ 12 milhões pela Secretaria da Saúde, os testes serão distribuídos para os 645 municípios de acordo com pactuação com o Conselho de Secretários Municipais de Saúde de São Paulo (Cosems).

A pasta estadual, diante das novas regras de isolamento social definidas nesta segunda-feira (10) pelo Governo Federal, encaminhou nesta terça-feira (11) ofício para o Ministério da Saúde solicitando o envio de mais 2,5 milhões de testes extras para a distribuição às prefeituras.

Desde novembro, a Secretaria da Saúde distribuiu 2,5 milhões de testes. São Paulo é o estado que mais testa no Brasil. Dados preliminares até o final de dezembro apontam que São Paulo já realizou cerca de 22,4 milhões de testes no decorrer de toda a pandemia.

“Entendendo que testar é um guia para o controle da pandemia, esse é mais um dos investimentos realizados pelo Governo de São Paulo para conter o avanço da pandemia”, afirmou o Secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn.