SOLENIDADE | Bibliotecárias do Ano receberam homenagens na Câmara Municipal

Em sessão solene presidida pelo vereador Julio Cesar (Democratas), presidente da Câmara Municipal, realizou-se nesta quinta-feira (16) a entrega oficial dos títulos de Bibliotecária do Ano a Ana Lucia Pereira dos Santos Escudeiro e de Bibliotecária Homenageada do Ano a Beatriz Helena Souza Ceneviva Deiroz.  A cerimônia, no Edifício Euclides da Cunha, contou com presenças do secretário municipal de Educação, Nino Mengatti, representando o prefeito Airton Garcia Ferreira, e do diretor do SIBI (Sistema Integrado de Bibliotecas do Município), Cesinha Maragno.

A concessão dos títulos ocorre em reconhecimento os serviços prestados pelas bibliotecárias à comunidade e a solenidade é prevista na Lei Municipal nº 14.194, de 2007, que regulamentou a comemoração do Dia Municipal do Bibliotecário em 12 de março.

Ana Lucia trabalha na Escola do Futuro Antonio Stella Moruzzi desde 2006. Beatriz Helena Souza Ceneviva Deiroz exerce desde 2003 o cargo de Bibliotecária no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC/USP).

Durante a solenidade, a oradora oficial, vereadora Laíde Simões (PMDB), ressaltou em seu discurso que a trajetória das homenageadas “as tornam plenamente representativas do papel exercido pelos profissionais  em sua área de atuação, pois ética, competência e espírito de inovação caracterizam um segmento permanentemente aberto a novos aprendizados e novas realizações”.

O Dia do Bibliotecário é comemorado em nível nacional desde 1958, em homenagem a Manuel Bastos Tigre, que nasceu nesse dia, em 1882. Engenheiro, jornalista, poeta e teatrólogo, em 1915, aos 33 anos de idade, Bastos Tigre deixou de exercer engenharia e passou a devotar a sua vida em completo aos livros e à Biblioteconomia. Trabalhou no Museu Nacional, na Biblioteca da Associação Brasileira de Imprensa, na Biblioteca Nacional (1945-47) e em seguida por mais de 20 anos na Biblioteca Central da Universidade do Brasil, da qual foi diretor. Faleceu em 2 de Agosto de 1957, aos 75 anos.Bastos Tigre exerceu a profissão de Bibliotecário durante cerca de 40 anos, sendo considerado o primeiro Bibliotecário por concurso, no Brasil.

Deixe uma resposta