POLÍTICA | Reunião setorial da CME discutiu setor do Agronegócio em São Carlos

 

As dificuldades no setor do agronegócio, trabalhadores rurais e da agricultura, segurança e formação da mão de obra, mercado de trabalho, mecanização, produtores e pequenos produtores, integração de políticas, propostas de cooperativa de produção, alimentos orgânicos e comercialização. Estes foram os principais temas debatidos nesta quarta-feira (20), no auditório “Wilson Wady Cury”, na Casa do Trabalhador, durante a 6ª Reunião Ordinária da Comissão Municipal de Emprego e 4ª da série de reuniões setoriais agendadas pela Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda e aprovadas pela Comissão Municipal de Emprego (CME), que já debateu os setores do Comércio, Indústria e a Prestação de Serviços.

Participaram da reunião a gerente Regional do Trabalho, Drª Consuelo Generoso Coelho de Lima, representantes das secretarias municipais de Trabalho, Emprego e Renda, Educação, Ciência Tecnologia e Desenvolvimento Sustentável e dos sindicatos dos Empregados Rurais de São Carlos, das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícia, Informações e Pesquisa no Estado de São Paulo, dos Contabilistas, dos Empregados no Comércio de São Carlos, dos Trabalhadores no Comércio e Serviços em Geral de Hospedagem, Gastronomia, Alimentos, Preparados e Bebidas a Varejo de São Carlos e Região, do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais, dos Empregados em Postos de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Ribeirão Preto e Região, além dos membros da CME.

Mauricio da Silva Barreto do Sindicato dos Empregados Rurais de São Carlos destacou que a reunião setorial do Agronegócio é uma oportunidade para se unificar as informações e para o setor explicar as dificuldades para a Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda, Ministério do Trabalho com o objetivo de encontrar melhorias para o setor. “Acho importante porque houve a participação do Ministério do Trabalho, vários sindicatos e a Comissão de Emprego e essas reuniões nos auxiliam muito. Vamos agora reunir as grandes empresas que trabalham com frango e que trabalham com terceiros para resolvermos todas as pendências”, disse Barreto.

Já o secretário de Trabalho, Emprego e Renda, Walcinyr Bragatto, ressaltou a importância da reunião da CME com participação de órgãos representativos, dos sindicatos, incluindo o Sindicato dos Empregados Rurais de São Carlos. “Uma representação importante dos trabalhadores deste setor, o Mauricio nos trouxe o dia a dia das dificuldades e das intervenções que são necessárias para garantir o respeito e as condições de trabalho do trabalhador rural. O Ministério do Trabalho está atento e preocupado através do excelente trabalho de fiscalização que é feito sob a supervisão da Dra. Consuelo e toda a sua equipe”, disse Bragatto.

Sobre os encaminhamentos Bragatto explicou que “nós pudemos tirar alguns entendimentos e algumas medidas para que possamos nos aproximar mais de todos os setores produtivos da área agrícola e da agropecuária, interagindo com esses setores no sentido de garantir produtividade, mas principalmente melhores condições de trabalho para os trabalhadores rurais”, finalizou Bragatto.

A próxima reunião da CME deverá contar com a presença do secretário de Transporte e Trânsito, Coca Ferraz, para saber o que a Prefeitura está pensando a respeito do transporte público e como os sindicatos e membros da CME podem contribuir para a melhoria desse transporte em nossa cidade com propostas a curto, médio e longo prazo.

Deixe uma resposta