IBATÉ | Escola Estadual Jardim Icaraí passa a ser denominada “Segundo Carlos Lopes”

Desde o final do ano passado, a Escola Estadual Jardim Icaraí, em Ibaté, passou a se chamar Escola Estadual “Segundo Carlos Lopes”, que era carinhosamente conhecido como Carlito Lopes.

O decreto estadual dando a nova nomeação na unidade escolar do Estado, conquistada pelo governo municipal do prefeito José Luiz Parella, com o apoio dos deputados tucanos Lobbe Neto (federal) e Roberto Massafera (estadual), foi assinado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), no dia 12 de dezembro e publicado no Diário Oficial do Estado de SP (Volume 127 • Número 231), no dia 13 de dezembro do ano passado.

Segundo Carlos Lopes nasceu no primeiro dia do ano de 1945, foi o primeiro filho do então jovem casal João Batista Lopes e Anna Vitturi Lopes. A família era humilde e desde cedo

Segundo, ou melhor, “Carlito”, apelido que ele próprio se deu, ajudava seus pais nas mais diversas tarefas: cuidando de seus irmãos menores, Dirce e Salvador, a quem chamava carinhosamente de “Vadozinho”, ou trabalhando de fato com sua cesta vendendo verduras pela cidade para comprar a sua farda de escoteiro. Sua dedicação à família superava as expectativas para uma criança de sua idade. Ainda pequeno já demonstrava traços de caráter que seriam constantes em sua vida e mesmo com as adversidades o pequeno Carlito seguiria uma trajetória de sucesso, seja pelo caráter forjado a puro aço herdado do pai, da bondade herdada da mãe e pelos seus próprios méritos enquanto homem determinado que luta pelos seus ideais.

Na formatura do quarto ano primário foi o primeiro aluno do grupo escolar Edésio Castanho e por este motivo foi-lhe oferecida uma bolsa de estudos para cursar o ginásio em uma escola particular de São Carlos. Em uma época em que muitos paravam com os estudos devido às demandas familiares, Carlito, incentivado por sua mãe, aceitou a oferta, afinal era a chance daquilo que almejava: ter um diploma universitário. As dificuldades financeiras foram muitas, mas com sua perseverança, que aliada a uma inteligência brilhante, ele concluiu o curso ginasial.

Posteriormente fez o curso de oficial farmacêutico; foram anos de trabalho duro, muitas injeções, curativos e noites sem dormir. Foi a partir daí que surgiu a oportunidade de poder conciliar o trabalho com os estudos. Carlito ingressa na Força Pública do Estado de São Paulo, onde sua capacidade, mais uma vez, se mostra ascendendo rapidamente na hierarquia familiar: foi o primeiro colocado nas escolas de soldados, cabos e sargentos atingindo em poucos anos o posto de 1º Sargento.

Paralelo a uma promissora carreira militar, no período noturno cursava engenharia de agrimensura, curso este que concluiria, com sucesso, em meados da década de 70. Aprovado mais uma vez em primeiro lugar, desta vez no concurso para professores da Universidade Federal de São Carlos, se decide pela carreira acadêmica. A partir daí a pós-graduação seria apenas a consequência do sonho de uma vida. Vieram o mestrado e o doutorado concluídos com extremo sucesso e mais uma vez aprovado com os louvores de seus mestres.

Tornou-se Professor Doutor lecionando na Ufscar (Campus São Carlos e Araras) e na faculdade de Engenharia Logatti de Araraquara. Era casado com Neusa Picinnin Lopes, pai de três filhos Rodrigo, Renato e Bruno, e, ainda, avô de Caitlin. Amava a cidade de Ibaté e nunca se afastou dela. Foi atuante na política municipal tendo sido eleito vice-prefeito municipal. Tinha como seus hobbys favoritos a música clássica, o atletismo e o motociclismo, viajando duas vezes pela América Latina.

Infelizmente, um trágico acidente tirou a vida deste grande educador que, em muito, contribuiu com a cidade de Ibaté, vindo a falecer no dia 22 de agosto de 2008.

1 thought on “IBATÉ | Escola Estadual Jardim Icaraí passa a ser denominada “Segundo Carlos Lopes”

Deixe um comentário