GERAL | Rykoff Aidar integra nova diretoria da Rede Feminina de Combate ao Câncer

O integrante da Comissão Paixão Sertaneja, Rykoff Aidar, foi convidado para integrar a Rede Feminina de Combate ao Câncer, em São Carlos, e passou a integrar a direção da entidade que auxilia vítimas acometidas da grave doença.

Aidar, que atua no segmento sertanejo, mostrou-se feliz com o convite feito pela direção da Rede Feminina. “Receber o convite, através de uma pessoa como a Dona Iraydes é uma honra. Sua história de vida e luta há 66 anos na causa demonstra a credibilidade da entidade. Uma coisa puxou a outra e das cavalgadas solidárias em prol ao câncer surgiu este elo. Espero contribuir e ajudar as pessoas que sofrem deste mal do século”, afirmou.

Iraydes de Oliveira Leite continua sendo a presidente da nova diretoria. “Estou na causa há 66 anos e a demanda de pacientes cresce assustadoramente. A aliança com a Comissão Paixão Sertaneja foi um presente de Deus e fiquei feliz pelo Rykoff aceitar o convite e nos auxiliar nesta luta. É uma pessoa do bem e com o perfil da entidade. Nos ajudava muito de fora e agora dentro será melhor”, analisou.

A Rede Feminina é uma entidade beneficente sem fins lucrativos, fundada em 1953, e nesses 66 anos de trabalho já ajudou milhares de pacientes portadores de câncer. Hoje a entidade tem 1.100 pacientes cadastrados, aos quais ajuda da melhor maneira possível, conforme a necessidade de cada um. Fornece 200 cestas básicas/mês, 150 kits de suplementação alimentar, medicamentos, consultas médicas, além de encaminhar para tratamentos como fisioterapia, odontologia, fonoaudiologia, Contamos com suporte jurídico, encaminhamento para consultas e exames, e empréstimo de material hospitalar. A Rede Feminina se mantém de doações, eventos, rifas, venda de bordados e um brechó q funciona em sua Sede. Não recebe verba governamental. (São Carlos Agora)

Deixe um comentário