SÃO CARLOS | Médicos convocados por concurso público começam a trabalhar na rede em fevereiro

A Prefeitura de São Carlos convocou, via Diário Oficial do Município, 45 médicos por concurso público, sendo 25 para atendimento de urgência e emergência e 20 para diversas especialidades.

Dos 25 médicos convocados para atuação nas Unidades de Pronto Atendimento, 20 já apresentaram documentação para contratação efetiva e 5 desistiram das vagas. Dos 20 médicos especialistas convocados, 11 aceitaram assumir, 8 não compareceram e já perderam o prazo e 1 ainda está em aberto.

“A maioria dos médicos plantonistas contratados neste momento vai prestar serviço na UPA da Vila Prado, unidade que a demanda diariamente é grande. Não adianta pulverizar o atendimento, precisamos resolver o problema de cada unidade por inteiro. Já os especialistas vão atender no CEME”, explicou Carlos Eduardo Colenci, secretário municipal de Saúde.

O secretário ressaltou, ainda, que serão necessários mais 69 médicos para a regularização da gestão de saúde do município. “Para resolvemos a prestação de serviço de atendimento médico em geral, inclusive de todas as UPAS, necessitados da contratação de outros 69 médicos, que serão contratados de modo emergencial conforme estabelece o Decreto Nº 15 publicado no último dia 19. Somente com mais essa contratação, totalizando 89 profissionais, poderemos refazer a grade de atendimento das UPAS conforme exige o Ministério da Saúde e agilizar o atendimento nas demais unidades”, reafirmou Colenci que garantiu também que vai analisar a contratação de Organização Social (OS) para administrar pelo menos duas UPAS, do Cidade Aracy e do Santa Felícia.

Informatização farmácias – A Secretaria Municipal de Saúde iniciou na última semana a informatização das farmácias da rede. A primeira unidade a passar pela contagem de estoque foi a farmácia da Unidade Básica de Saúde da Vila São José, procedimento necessário para iniciar a informatização.

“Recontamos o estoque e bloqueamos o acesso dos usuários por CPF, uma forma de evitar duplicidade. Com a informatização o usuário do SUS somente poderá retirar a medicação prescrita pelo médico por meio do seu CPF. Vamos implantar o método nas demais regionais. A nossa intenção é controlar melhor os estoques, evitando dessa maneira que a mesma pessoa retire o medicamento em dois lugares ao mesmo tempo”, relatou Colenci.

Hoje a Secretaria mantém 5 farmácias em funcionamento, uma em cada regional de saúde localizadas nos bairros Santa Felícia, São José, Maria Stella Fagá, Cruzeiro do Sul, Vila Isabel, Redenção e Cidade Aracy.

Deixe uma resposta