EDUCAÇÃO | Prefeitura de São Carlos não terceiriza a Merenda Escolar da rede municipal

Os alimentos são preparados nas próprias unidades escolares

A Prefeitura gasta aproximadamente R$ 300 mil por mês com a merenda escolar, e os gêneros alimentícios são distribuídos em 77 locais, sendo 57 unidades escolares entre Centros de Educação Infantil (CEMEIS) e Escolas de Educação Básica (EMEBS), 7 creches conveniadas e para 13 instituições filantrópicas.

As compras são feitas por Pregão Eletrônico e atualmente são distribuídos semanalmente 14 mil quilos de carne, 7 mil litros de leite, 655 latas de fórmulas infantil, 28.500 unidades de pães, 8 mil quilos de arroz, 3 mil de feijão, além 6 mil quilos de hortifrutigranjeiros que são adquiridos da agricultura familiar. Mensalmente são fornecidos mais de 30 gêneros alimentícios estocáveis diferentes e os cardápios são balanceados e específicos para o nível escolar de cada criança (creche, infantil e fundamental). Todos os alimentos perecíveis são transportados em veículo especial refrigerado.

O secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Deonir Tofollo, ressalta que os produtos são preparados nas próprias unidades, sendo que o preparo das refeições também não é terceirizado. “As merendeiras são preparadas tanto para estocar corretamente os produtos não perecíveis como os demais produtos”.

A Secretaria também encaminha para as unidades escolares produtos processados e congelados, como poupa de frutas para o preparo de sucos, bem como, folhas já higienizadas.

 

Deixe uma resposta