POLÍTICA | Lucão cobra que Prefeitura regularize falta de ginecologistas na rede

 

O vereador e presidente da Comissão Permanente de Saúde e Promoção Social da Câmara Municipal, Lucão Fernandes (PMDB) continua cobrando para que a Prefeitura solucione problemas que a cidade vem enfrentando na área da saúde. Um deles é a falta de ginecologistas na rede pública da cidade, o que tem acarretado no aumento da demanda na Maternidade Francisca Cintra Silva, da Santa Casa. Inclusive, foram registrados incidentes no hospital, envolvendo gestantes em trabalho de parto, casos que estão sendo investigados por meio de sindicância interna.

Os problemas e possível reestruturação do sistema foram discutidos na manhã desta segunda-feira (20), na Câmara, durante a segunda reunião do Comitê de Mortalidade Materna. O presidente do Legislativo, Julio Cesar Pereira de Souza (DEM), os vereadores Cidinha do Oncológico (secretária da Comissão de Saúde) e Elton Carvalho (membro da comissão), o secretário de Saúde, Caco Colenci, o superintendente da Santa Casa, Daniel Bonini, e demais integrantes do comitê também participaram da reunião.

SOLUÇÕES 

De acordo com o secretário de Saúde, o quadro de ginecologistas da rede deve ficar completo com novas contratações feitas por meio de concurso público. Completou ainda que a rede estaria completa com a contratação de novos 10 profissionais, além dos 17 que já atuam nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Lucão destacou que se a rede estivesse em pleno funcionamento, com o número adequado de profissionais para atender a demanda da cidade, casos básicos não seriam encaminhados para a Santa Casa, sobrecarregando o único hospital da cidade.

ACOLHIMENTO À GESTANTE 

Projeto do vereador Lucão, a criação de um centro que acolha a gestante na cidade vem sendo pensada pelo comitê.

A Casa do Parto e de Proteção à Gestante, nome idealizado pelo parlamentar, recebeu elogios do superintendente da Santa Casa, Daniel Bonini. Segundo ele, durante a reunião, a ação traria benefícios para o sistema de saúde público, estruturando o cuidado às gestantes do município.

No último dia 7 deste mês, Lucão protocolou no Legislativo um requerimento reivindicando à Prefeitura a criação da Casa do Parto e de Proteção à Gestante em São Carlos.

Para Lucão, o espaço traria mais dignidade às mulheres durante a gravidez. “Todos sabemos que é um momento muito importante para as mulheres, em que elas estão gerando uma vida. A Casa do Parto irá acolhê-las, realizando o seu pré-natal, oferecendo atendimentos de urgência ou não. O objetivo é que elas recebam um atendimento humanizado, visando o melhor para a mãe e para o bebê”, reforçou o vereador. Reconheceu ainda que a cidade vem apresentando limitações dos serviços assistenciais destinados à saúde materno-infantil. “Nossa cidade está limitada de serviços que atendem as gestantes. Com o fechamento da Maternidade da Casa de Saúde ocorre ainda uma sobrecarga da demanda de toda a cidade sobre a Maternidade da Santa Casa”, relembrou o vereador.

Deixe uma resposta